sicnot

Perfil

Mundo

Elemento da Proteção Civil viaja para o Equador após sismo que provocou pelo menos 480 mortos

Um elemento da Proteção Civil viaja quarta-feira para o Equador para se juntar à equipa que vai coordenador a ajuda da União Europeia enviada para aquele país, informou hoje o Governo, em comunicado.

© Guillermo Granja / Reuters

O violento sismo que atingiu o Equador no sábado provocou pelo menos 480 mortos, enquanto 4.000 pessoas continuam dadas como desaparecidas três dias depois da tragédia, refere um novo balanço das autoridades equatorianas.

Segundo o comunicado do gabinete do secretário de Estado da Administração Interna, Jorge Gomes, Portugal vai enviar para o Equador, até ao final do mês, o adjunto de Operações Nacional da Autoridade Nacional de Proteção Civil Miguel Cruz.

A União Europeia anunciou segunda-feira a ativação do mecanismo europeu de Proteção Civil para ajudar o Equador.

A equipa de coordenação da União Europeia, integrada por quatro peritos, "vai recolher e coordenar toda a assistência" provenientes dos '28' e "promover a cooperação entre as organizações internacionais e os serviços de proteção civil daquele país", acrescenta o comunicado.

Lusa

  • "Sempre nos disseram que bastava o Aves ganhar para estar na Liga Europa"
    0:34

    Desporto

    O Presidente da SAD do Desportivo das Aves garante que não houve esquecimento ou atraso na inscrição do clube na Liga Europa. Luiz Andrade afirma que sempre lhe disseram que bastava vencer a Taça de Portugal para marcar presença na competição e que ainda não sabe se o clube pode ou não jogar a fase de grupos da competição europeia.

  • "Fui violada por Harvey Weinstein aqui em Cannes"
    1:02

    Cultura

    A cerimónia de encerramento do Festival de Cinema de Cannes ficou ainda marcada pelo discurso de Asia Argento. A atriz italiana que acusou Harvey Weinstein de a ter violado justamente numa das edições do festival de Cannes, e que há mais abusadores à solta.

  • As primeiras imagens das quatro crias da lince Malva
    0:20
  • Exército sírio declara Damasco "totalmente segura"

    Mundo

    O exército sírio proclamou esta segunda-feira a capital Damasco e também os arredores, como locais "totalmente seguros". O anúncio foi feito em clima de festa, depois de os militares terem reconquistado os bairros do sul da cidade, até agora nas mãos do Daesh.