sicnot

Perfil

Mundo

NATO assegura que não está a preparar novas operações na Líbia

O secretário-geral da NATO, Jens Stoltenberg, assegurou hoje que a organização não está a preparar novas operações de combate na Líbia e está disposta a apoiar as instituições de defesa do novo governo de unidade nacional.

REUTERS

"Não estamos a planear nenhuma nova operação de combate na Líbia", disse Stoltenberg à imprensa, à chegada ao conselho de ministros da Defesa da União Europeia (UE), no qual participa como convidado.

"Temos um mandato dos líderes da Aliança para estarmos preparados para apoiar o novo governo líbio de unidade nacional", acrescentou, precisando que estão a ser avaliadas áreas "importantes para uma Líbia mais estável" como o reforço de capacidades e a reforma das instituições de Defesa.

Qualquer apoio, precisou, "só será dado a pedido do governo de unidade nacional", que ainda não foi legitimado internamente, mas que conta com o reconhecimento da comunidade internacional.

A Líbia vive uma situação de caos devido à guerra civil que se seguiu à revolução de 2011, em que Muammar Kadhafi foi deposto com o apoio da NATO.

Ao conflito político protagonizado por dois governos - um em Tobruk (leste), reconhecido pela comunidade internacional, e outro em Tripoli, apoiado por milícias tribais -, juntou-se a entrada em território líbio do grupo extremista Estado Islâmico.

O governo de unidade nacional, fruto de negociações mediadas pela ONU, autoproclamou-se em funções a 12 de março, com o apoio de uma centena de deputados, do banco central e da companhia petrolífera líbia, mas precisa de um voto de confiança do parlamento de Tobruk.

A ONU e a UE esperam que a entrada em funções do governo de unidade permita impedir o grupo 'jihadista' de usar a Líbia como base de retaguarda e, por outro lado, controlar a partida de embarcações de migrantes com destino à Europa.

  • A fuga dos PIDES
    1:16

    Perdidos e Achados

    Ao final do dia 29 de Junho de 1975, 89 agentes da PIDE fugiam da cadeia de Vale de Judeus, em Alcoentre. Mais de 40 anos depois, Perdidos e Achados recupera um dos acontecimentos do Verão Quente em Portugal. Hoje no Jornal da Noite e conteúdos exclusivos no site.

    Hoje no Jornal da Noite

  • Uma volta a Portugal. De bicicleta mas sem licra

    País

    Um grupo de professores propõe-se a repetir o percurso da 1.ª Volta a Portugal em Bicicleta, 90 anos depois. Não se trata de uma corrida, pelo contrário querem provar que qualquer um o pode fazer e promover o uso da bicicleta como meio de transporte pessoal. “Dar a volta” parte para a estrada esta quarta-feira, de Lisboa a Setúbal, tal como em 26 de abril de 1927.

    Ricardo Rosa

  • Casa Madonna di Fatima em Roma é um lar de idosos com 9 irmãs portuguesas
    4:29

    Mundo

    A mais antiga igreja dedicada à Senhora de Fátima em Roma tem mais de 50 anos. Foi construída pelas franciscanas hospitaleiras do Imaculado Coração, uma congregação fundada em Portugal. Hoje, as religiosas portuguesas gerem um lar na mesma rua, mas o templo foi entregue a uma congregação italiana.