sicnot

Perfil

Mundo

NATO assegura que não está a preparar novas operações na Líbia

O secretário-geral da NATO, Jens Stoltenberg, assegurou hoje que a organização não está a preparar novas operações de combate na Líbia e está disposta a apoiar as instituições de defesa do novo governo de unidade nacional.

REUTERS

"Não estamos a planear nenhuma nova operação de combate na Líbia", disse Stoltenberg à imprensa, à chegada ao conselho de ministros da Defesa da União Europeia (UE), no qual participa como convidado.

"Temos um mandato dos líderes da Aliança para estarmos preparados para apoiar o novo governo líbio de unidade nacional", acrescentou, precisando que estão a ser avaliadas áreas "importantes para uma Líbia mais estável" como o reforço de capacidades e a reforma das instituições de Defesa.

Qualquer apoio, precisou, "só será dado a pedido do governo de unidade nacional", que ainda não foi legitimado internamente, mas que conta com o reconhecimento da comunidade internacional.

A Líbia vive uma situação de caos devido à guerra civil que se seguiu à revolução de 2011, em que Muammar Kadhafi foi deposto com o apoio da NATO.

Ao conflito político protagonizado por dois governos - um em Tobruk (leste), reconhecido pela comunidade internacional, e outro em Tripoli, apoiado por milícias tribais -, juntou-se a entrada em território líbio do grupo extremista Estado Islâmico.

O governo de unidade nacional, fruto de negociações mediadas pela ONU, autoproclamou-se em funções a 12 de março, com o apoio de uma centena de deputados, do banco central e da companhia petrolífera líbia, mas precisa de um voto de confiança do parlamento de Tobruk.

A ONU e a UE esperam que a entrada em funções do governo de unidade permita impedir o grupo 'jihadista' de usar a Líbia como base de retaguarda e, por outro lado, controlar a partida de embarcações de migrantes com destino à Europa.

  • O insólito cartão amarelo mostrado a Felipe

    Desporto

    Aos 53 minutos do jogo desta quarta-feira entre o Sporting e o FC Porto, a contar para a Taça de Portugal, Jorge Sousa apercebe-se que Felipe enganou-se na camisola que vestiu ao intervalo. O defesa central reentrou com a camisola de Soares. O árbitro mostrou o cartão amarelo e mandou o jogador para o banco trocar de camisola.

  • Dez feridos ligeiros em naufrágio de embarcação em Cascais

    País

    Uma embarcação de recreio com 10 pessoas a bordo naufragou ao largo da Parede, na linha de Cascais. Todos os tripulantes foram resgatados pelas autoridades marítimas e bombeiros e apresentam escoriações ligeiras e sinais de hipotermia. O barco foi entretanto retirado da água e a marginal continua cortada ao trânsito.

  • PS apresenta Lei de Bases da Habitação para abrir debate sobre habitação acessível
    1:19

    Economia

    O PS quer avançar com uma Lei de Bases da Habitação. A proposta apresentada esta quinta-feira propõe a requisição de casas devolutas para habitação e apoios concretos para o arrendamento a preços acessíveis. O líder parlamentar do PS, Carlos César, diz que é tempo de abrir um debate sobre a habitação que acredita que pode resultar numa Lei ainda na atual legislatura.

  • A morte anunciada da ETA

    Mundo

    A organização separatista basca ETA vai anunciar a sua dissolução em 05 de maio, durante uma cerimónia marcada para Bayona, no País Basco francês, disseram à agência Efe fontes conhecedoras do processo.