sicnot

Perfil

Mundo

Beber para rejuvenescer é o que promete este gin

Chama-me Anti-Agin e promete ajudar a combater o envelhecimento, É composto por colagénio, elementos botânicos e custa 50 euros.

Foto de Warner Leisure Hotels

Foto de Warner Leisure Hotels

Este novo gin é é destilado com colagénio e elementos botânicos antienvelhecimento. É apresentado como uma bebida que promete combater as rugas.

O colagénio, um dos principais ingredientes deste gin, é uma proteína que constitui o elemento essencial do tecido conjuntivo. À medida que envelhecemos, os níveis de colagénio diminuem. Além das rugas a pele perde firmeza.

Juntar colagénio aos alimentos, sólidos ou líquidos não é propriamente novidade. No Japão, tem crescido o número de restaurantes que serve comida com pedaços de colagénio, e supermercados que vendem doces e massas ricos em colagénio.

Este Anti-agin foi criado pela empresa Bompas & Parr. Pode ser adquiro em drinksupermarket.com por cerca de 50 euros a garrafa..

  • A casa dos horrores
    7:57
  • PGR e presidente do Supremo deixam recado à ministra da Justiça
    2:45

    País

    Durante a abertura do ano judicial, a Procuradora-Geral da República e o presidente do Supremo Tribunal aproveitaram para deixar um recado à ministra da Justiça: é urgente aprovar o novo estatuto de juízes e magistrados. O presidente do Supremo diz que é injusta a má imagem da Justiça e pediu contenção aos magistrados.

  • Rui Rio tem sentido "alguma turbulência" no PSD
    2:01

    País

    Rui Rio e Pedro Passos Coelho tiveram esta quinta-feira a primeira reunião, desde que foi eleito o novo líder do PSD. À saída, Passos Coelho desejou que esta transição decorra com naturalidade. Já Rui Rio disse que tem sentido alguma turbulência no partido.

  • Sindicatos rejeitam fim das baixas médicas até três dias
    2:02

    País

    A CGTP quer levar o tema das baixas médicas à Concertação Social, já a UGT diz que há outras matérias prioritárias. Ainda assim as duas centrais sindicais lembram que a não justificação de faltas pode dar origem a um despedimento por justa causa. Esta quinta-feira o bastonário da Ordem dos Médicos propôs ao Governo que acabe com as baixas de curta duração, até três dias.

  • Papa interrompe percurso no Chile para ajudar polícia
    0:21
  • "Mundo à Vista" no Gana
    7:38