sicnot

Perfil

Mundo

Beber para rejuvenescer é o que promete este gin

Chama-me Anti-Agin e promete ajudar a combater o envelhecimento, É composto por colagénio, elementos botânicos e custa 50 euros.

Foto de Warner Leisure Hotels

Foto de Warner Leisure Hotels

Este novo gin é é destilado com colagénio e elementos botânicos antienvelhecimento. É apresentado como uma bebida que promete combater as rugas.

O colagénio, um dos principais ingredientes deste gin, é uma proteína que constitui o elemento essencial do tecido conjuntivo. À medida que envelhecemos, os níveis de colagénio diminuem. Além das rugas a pele perde firmeza.

Juntar colagénio aos alimentos, sólidos ou líquidos não é propriamente novidade. No Japão, tem crescido o número de restaurantes que serve comida com pedaços de colagénio, e supermercados que vendem doces e massas ricos em colagénio.

Este Anti-agin foi criado pela empresa Bompas & Parr. Pode ser adquiro em drinksupermarket.com por cerca de 50 euros a garrafa..

  • Militares da GNR saem hoje à rua em protesto

    País

    A Associação dos Profissionais da Guarda (APG/GNR) e a Associação Nacional de Sargentos da Guarda (ANSG) realizam esta quarta-feira uma ação de protesto em Lisboa devido "à falta de resposta" do Governo às principais reivindicações.

  • José Oliveira Costa, o rosto do buraco financeiro do BPN
    3:04

    País

    José Oliveira Costa foi o homem forte do BPN durante 10 anos e tornou-se o rosto do gigantesco buraco financeiro. Manteve-se em silêncio durante todo o julgamento, mas falou aos deputados da comissão de inquérito, para negar qualquer envolvimento no escândalo que fez ruir o BPN.

  • Marcelo termina hoje visita de Estado ao Luxemburgo

    País

    O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, termina esta quarta-feira a visita de Estado de dois dias ao Luxemburgo com uma agenda dedicada a projetos em que estão envolvidos portugueses, além de um almoço com o primeiro-ministro luxemburguês.

  • Filhos tentam anular casamento de pai de 101 anos

    País

    O casamento de um homem de 101 anos com uma mulher com metade da idade, em Bragança, está a ser contestado judicialmente pelos filhos do idoso, que acusam aquela que era empregada da família de querer ser herdeira.