sicnot

Perfil

Mundo

Dilma diz na ONU que Brasil é um grande país que saberá impedir quaisquer retrocessos

Dilma diz na ONU que Brasil é um grande país que saberá impedir quaisquer retrocessos

A Presidente do Brasil disse hoje na sede da ONU em Nova Iorque que o Brasil é um grande país, que soube vencer o autoritarismo e que saberá impedir quaisquer retrocessos. No final do discurso que proferiu na cerimónia de assinatura do Acordo de Paris, Dilma Roussef agradeceu ainda a todos os líderes que lhe expressaram solidariedade.

De acordo com o jornal Folha de São Paulo, após falar sobre o acordo climático, disse que não poderia terminar o seu discurso "sem comentar o grave momento que vive o Brasil".

"A despeito disso, quero dizer que o Brasil é um grande país, com uma sociedade que soube vencer o autoritarismo e construir uma pujante democracia. Nosso povo é um povo trabalhador, e com grande apreço pela liberdade. Saberá, não tenho dúvidas, impedir quaisquer retrocessos", afirmou a Presidente.

A Presidente agradeceu ainda "a todos os líderes que expressaram sua solidariedade".

Depois de aprovado na Câmara dos Deputados (367 votos a favor e 137 contra), no passado domingo, o processo de 'impeachment' (destituição) de Dilma Rousseff está no Senado, que agora terá de votar pela continuidade ou não do processo de destituição da Presidente.

Se for aprovado no Senado, Dilma Rousseff será temporariamente afastada do cargo para o processo de destituição ter seguimento e o seu vice-Presidente assumirá o cargo. Posteriormente, o Senado votará novamente para decidir se afasta de vez ou não a Presidente.

São necessários dois terços dos senadores (54) nesta última fase do processo, para aprovação do 'impeachment'.

Na noite desta quinta-feira, Dilma Rousseff foi recebida em Nova Iorque por cerca de 40 manifestantes, que se reuniram em frente à casa do embaixador do Brasil na ONU, Antônio Patriota, numa manifestação contra o 'impeachment'.

Relativamente à intervenção de hoje, Dilma Rousseff falou mais de sete minutos, quase o dobro de tempo recomendado pela organização.

A maior parte do discurso foi dedicada ao Acordo de Paris, que a Presidente classificou como "um marco histórico na construção do mundo que queremos, com um desenvolvimento sustentável".

Dilma Rousseff disse ter "orgulho" do papel de seu Governo para a adoção do Acordo de Paris e assumiu o compromisso de "assegurar sua pronta entrada em vigor".

Segundo a ONU, 171 países indicaram que assinarão hoje o Acordo de Paris, adotado em dezembro de 2015. Será o maior apoio já demonstrado a um pacto na ONU. O recorde anterior havia sido estabelecido no Tratado do Mar, em 1982, com a assinatura de 119 países.

O Acordo de Paris entrará em vigor quando houver a ratificação de pelo menos 55 países, que representem 55% das emissões globais de gases poluentes. Os demais países (a ONU tem 193 membros) terão até 17 de abril para assinar o pacto do clima.

  • Os negócios menos claros do filho de Pinto da Costa
    1:55

    Football Leaks

    Com o escândalo dos agentes de futebol a dar que falar, o Expresso revela este sábado os negócios menos claros do filho de Pinto da Costa. O nome da empresa de que é administrador, a Energy Soccer, surge na investigação em transferências de jogadores que envolvem o Futebol Clube do Porto num conflito de interesses.

  • BCE autoriza CGD a avançar com recapitalização

    Caso CGD

    A Caixa Geral de Depósitos informou esta sexta-feira que vai prosseguir com as operações da primeira fase do aumento de capital, depois de ter obtido autorização para isso junto do Banco Central Europeu (BCE) e do Banco de Portugal.

  • Condutores apanhados a mais de 200 em corridas ilegais na Ponte Vasco da Gama
    1:25
  • A história da guerra em Alepo
    7:43
  • Reino Unido em alerta máximo de terrorismo

    Mundo

    O Reino Unido elevou o alerta de terrorismo para o nível máximo depois das declarações, esta quinta-feira, do chefe das secretas britânicas. O diretor do MI6 está preocupado com eventuais ataques contra o Reino Unido e outros aliados.

  • Uma "cidade fantasma" na Letónia
    3:10
  • O anúncio de natal que está a emocionar o mundo
    1:47