sicnot

Perfil

Mundo

Nova réplica de sismo de magnitude 6 atinge o Equador

Uma nova réplica de sismo de magnitude 6 atingiu na quinta-feira a costa do Equador, a mesma zona onde no sábado um abalo de magnitude 7,8 causou mais de 580 mortos.

© Henry Romero / Reuters

O Instituto Geofísico da Escola Politécnica Nacional indicou que o epicentro da réplica se localizou no mar, a cerca de 60 quilómetros de Jama, uma das localidades mais afetadas pelo sismo de sábado, e a menos de dez quilómetros de profundidade.

O sismo foi sucedido por outras réplicas de magnitudes menores, de cerca de 5 graus, e foi sentido também em Quito e noutras regiões do país.

Fonte do instituto indicou que, até ao momento, registaram-se 657 réplicas do sismo principal, que ocorreu às 18:58 de sábado (00:58 de domingo em Lisboa), e cujo epicentro se localizou entre Cojimíes e Pedernales, na província costeira de Manabí (oeste).

O instituto estima que as réplicas continuem por pelo menos uma semana.

Lusa

  • Novo sismo de magnitude 6,1 na costa norte do Equador
    1:23

    Mundo

    Um sismo de magnitude 6,1 na escala de Richter abalou hoje a costa norte do Equador, a mesma zona onde no sábado um terramoto fez quase 500 mortos, anunciou o Serviço Geológico dos Estados Unidos (USGS). O abalo sentido na capital, Quitto, e na maior cidade do país, Guayaquil, foi classificado pelo USGS como ligeiro.

  • DIRETO: Portuguesa entre os 14 mortos dos atentados na Catalunha

    Ataque em Barcelona

    Uma das 13 vítimas mortais do atentado de ontem em Barcelona é portuguesa e há uma outra portuguesa desaparecida. Entretanto, uma pessoa morreu e cinco suspeitos foram abatidos num segundo ataque esta madrugada em Cambrils. As buscas centram-se num nome: Moussa Oukabir. Siga aqui as últimas informações, ao minuto.

    Em atualização

  • O momento em que os suspeitos foram abatidos em Cambrils
    2:35
  • Driss Oukabir: suspeito do atentado ou vítima de roubo de identidade?
    2:40

    Ataque em Barcelona

    Um dos dois suspeitos, do ataque nas Ramblas, detidos pela polícia foi inicialmente identificado como Driss Oukabir, um homem de 28 anos. Mais tarde, um homem com o mesmo nome apresentou-se numa esquadra em Girona, a mais de 100 quilómetros do local do atropelamento afirmando que lhe tinha sido roubada a identificação. De acordo com alguma imprensa espanhola, poderá ter sido o irmão, Moussa Oukabir, um jovem de 18 anos que vive em Barcelona, como explicou também Nuno Rogeiro, comentador da SIC.

  • "O abandono provoca incêndios desta dimensão"
    0:55

    País

    O antigo vereador da Câmara de Mação José Silva acredita que a desertificação do interior também é, em parte, responsável pelos incêndios. Segundo José Silva, Mação tem cada vez menos habitantes e é por essa razão que os terrenos são deixados ao abandono.

  • Mação perdeu 80% da área florestal
    3:39
  • Ágata candidata-se à Câmara de Castanheira de Pera
    3:42