sicnot

Perfil

Mundo

Supremo Tribunal venezuelano rejeita pretensão da oposição em reduzir mandato de Maduro

O Supremo Tribunal de Justiça da Venezuela (STJ) rejeitou esta segunda-feira a pretensão da oposição em rever a Constituição para diminuir o mandato do Presidente Nicolás Maduro, tendo classificado a iniciativa como "uma fraude".

© Carlos Garcia Rawlins / Reute

Segundo a decisão do STJ, uma eventual modificação da Constituição não poderia ser aplicada no atual mandato, somente em futuros exercício dos cargo presidencial.

"Tratar de utilizar a figura da revisão constitucional para reduzir de maneira imediata o exercício de um cargo de eleição popular como o do Presidente da República, constitui, à evidência, uma fraude à Constituição, que prevê um mecanismo político efetivo para tal fim, tal como é o exercício de um referendo revogatório, contemplado na Carga Magna", afirma a sentença.

O STJ sublinha que segundo o Código Civil venezuelano "as leis não têm efeito retroativo" e que "nenhuma disposição jurídica, seja de que hierarquia for, pode ter efeitos retroativos".

O presidente do parlamento, Henry Ramos Allup, já reagiu à sentença e acusou o STJ de "já nem esperar a aprovação das leis, para as declarar inconstitucionais, sem conhecer o texto definitivo".

Noutra decisão, também divulgada hoje, o STJ ordenou à Assembleia Nacional (AN), que consulte o Executivo sobre a viabilidade económica das leis que prevê aprovar, antes de legislar sobre elas.

O documento, divulgado hoje mas com data de 22 de abril, explica que foram tidas em "consideração as limitações financeiras do país, o nível prudente da dimensão da economia e a condição de excecionalidade económica decretada pelo Executivo".

Na sua sentença, o STJ suspende temporariamente vários artigos do Regulamento Interior e de Debates da Assembleia Nacional da Venezuela, com base num pedido feito pela oposição venezuelana em 2011, quando o parlamento venezuelano era maioritariamente controlado por forças afetas ao regime venezuelano.

A oposição, que desde as eleições parlamentares de dezembro de 2015 detém a maioria no parlamento, acusa o STJ de pretender bloquear e condicionar os trabalhos parlamentares.

Lusa

  • Quem deve ser o próximo treinador do FC Porto?

    Desporto

    Nuno Espírito Santo já não é treinador do FC Porto. O técnico e o clube chegaram a acordo mútuo para a rescisão do contrato, que o ligava por mais uma temporada aos dragões. Nuno Pinto da Costa tem agora que encontrar um novo treinador para orientar dos "dragões". Os nomes em cima da mesa são vários. Diga-nos quem deve ser o novo treinador do FC Porto.

  • Os treinadores do FC Porto desde o último título 

    Desporto

    Nunca o FC Porto esteve quatro anos consecutivos sem ganhar um título durante a presidência de Nuno Pinto da Costa. A ausência de vitórias teve início na época de 2013/14, quando começou uma autêntica dança de treinadores.

  • Julgamento do caso BPN deverá terminar quarta-feira
    4:38

    Economia

    O acórdão do processo principal do BPN vai ser tornado público esta quarta-feira, depois de quase sete anos de audições. O rosto principal é o de José Oliveira Costa mas há outros 14 arguidos sentados no banco dos réus.

  • "Michel Temer nunca teve vergonha, não tem cara de pessoa de bem"
    3:04

    Opinião

    Miguel Sousa Tavares analisou no habitual espaço de comentário do Jornal da Noite  da SIC, o escândalo com o Presidente do Brasil, Michael Temer. O comentador diz que já era previsível que Temer fosse apanhado com "o pé na poça" e afirma que o Presidente brasileiro nunca teve qualquer tipo de vergonha. Miguel Sousa Tavares fez ainda referência ao facto de Dilma Rousseff ser, entre todos os políticos brasileiros, a única que não tem processos contra ela.

    Miguel Sousa Tavares

  • Divulgado vídeo dos bambardeamentos contra o Daesh no Iraque
    0:42
  • Leão-marinho arrasta criança de doca em Vancouver
    0:51

    Mundo

    O momento em que um leão-marinho arrasta uma menina para a água foi gravado e publicado na internet. Sem nada que fizesse prever, o animal puxou a criança que estava sentada numa doca em Vancouver, no Canadá. A criança foi resgatada de imediato por um familiar e apesar do susto não sofreu ferimentos. O momento de aflição foi testemunhado por vários turistas.