sicnot

Perfil

Mundo

Secadores de mãos ultrarrápidos "espalham mais bactérias que toalhas de papel"

Os secadores de mãos ultrarrápidos, usados essencialmente nas casas de banho públicas, espalham 60 vezes mais germes que um secador tradicional e 1300 vezes mais germes que o básico toalhete de papel. Foi o que concluiu um estudo da Universidade de Westminster, Reino Unido.

Os investigadores colocaram propositadamente um vírus inócuo - MS2 - nas mãos, criaram um alvo a 40 cm de distância e utilizaram três métodos distintos de secagem: secadores ultra rápidos, secadores tradicionais e toalhetes de papel.

Posteriormente, analisaram a "carga" viral que conseguiu espalhar-se em redor. No caso dos toalhetes de papel, foi de 25 cm; dos secadores tradicionais 75 cm e dos secadores ultra rápidos de 3 metros.

A conclusão vem contrariar uma outra, feita pela Royal Society of Public Health em 2008, segundo a qual os secadores ultra rápidos filtram 99,9% das bactérias. Razão pela qual foram, aliás, acreditados por este organismo como produto que promove a higiene e a saúde.

Um outro estudo sugere, por outro lado, que o problema poderá estar não na forma de secar as mãos, mas no método de lavagem.

  • PSD está a "perder terreno" na escolha de candidato a Lisboa
    1:46

    País

    Quem o diz é Luís Marques Mendes: o PSD perde na demora da escolha de um candidato para a Câmara de Lisboa. O líder Passos Coelho rejeita apoiar a candidatura de Assunção Cristas e garante que o partido vai ter um candidato próprio. Segundo o comentador da SIC, o último convite foi dirigido a José Eduardo Moniz.

  • Trump não escreve todos os tweets, mas dita-os

    Mundo

    O Presidente eleito dos EUA não escreve todos os tweets que são publicados na sua conta desta rede social, mas dita-os aos seus funcionários. Numa entrevista a um ex-secretário de Estado britânico, Donald Trump explica como usa a sua conta e garante que depois de ser investido Presidente, vai continuar a usar o Twitter para defender-se da "imprensa desonesta".

  • Depressão pode ser mais prejudicial para o coração do que a hipertensão

    Mundo

    Um estudo recente estabelece uma nova ligação entre depressão e distúrbios cardíacos. De acordo com a investigação publicada na revista Atheroscleroses, o risco de vir a sofrer de uma doença cardíaca grave é quase tão elevado para os homens que sofram de depressão, do que para os que tenham colesterol elevado ou obesidade, e pode mesmo ser maior do que para os que sofram de hipertensão.

  • "Estar na Web Summit foi dizer em empreendedorês: estamos vivos, estamos aqui!"

    Web Summit

    No seguimento da entrevista à blogger Sara Riobom, que conhecemos durante a WebSummit, trazemos a história de outro jovem português (que não trabalha sozinho) que esteve no evento, em Lisboa, a promover a sua startup. Quis o acaso e as peripécias do direto e do destino que acabasse por receber um visitante ilustre e especial no seu stand: nada mais nada menos do que o primeiro-ministro, António Costa. Recentemente estiveram no Shark Tank, onde conseguiram captar a atenção de um dos “tubarões” do programa da SIC. Mas o que queremos saber é…

    Martim Mariano