sicnot

Perfil

Mundo

Unicef alerta que sismo no Equador deixou 120 mil crianças sem escola

O Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef) alertou hoje que o sismo que atingiu o Equador, no dia 16 de abril, destruiu 280 escolas e deixou 120.000 crianças sem acesso a educação.

A Unicef está a dar apoio ao Governo do Equador para que os alunos das zonas mais afetadas, cerca de 20.000, possam ter aulas em tendas.

A agência da ONU calculou que são necessários mais de 23 milhões de dólares (20,3 milhões de euros) para fazer frente às necessidades das crianças, incluindo fornecimento de água potável, saneamento, educação, saúde e proteção para os próximos meses.

"A escola é um salva-vidas para as crianças que passaram pelo trauma e destruição", afirmou o representante da Unicef no Equador, Grant Leaity, salientando que cria uma rotina diária e um sentido de futuro para a sua recuperação psicológica.

O coordenador humanitário da ONU no Equador, Diego Zorrilla, disse hoje que se trata do maior desastre na região desde o sismo no Haiti, em 2010.

O sismo de 16 de abril no Equador provocou 655 mortos, 41 desaparecidos e milhares de feridos e desalojados.

A ONU espera conseguir 72,7 milhões de dólares (64,3 milhões de euros) de ajuda internacional para ajudar 350 mil pessoas durante os próximos três meses.

Lusa

  • Younes Abouyaaqoub, o homem mais procurado de Espanha
    1:53
  • Incendiários vão passar o verão com pulseira eletrónica

    País

    Os tribunais vão poder condenar os incendiários a penas de prisão domiciliária, com pulseira eletrónica, durante as épocas de incêndio. A nova lei foi aprovada na semana passada, na Assembleia da República, e aguarda a promulgação do Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa.

  • "Trump, deixe-me ajudá-lo a escrever o discurso"
    0:47

    Mundo

    Arnold Schwarzenegger diz que Donald Trump tem o dever moral de se opor ao ódio e ao racismo. Num vídeo publicado nas redes sociais, o ator norte-americano e antigo governador da Califórnia encenou o discurso que Donald Trump devia ter. 

  • Hino da SIC tocado pela viola beiroa
    2:22