sicnot

Perfil

Mundo

Unicef alerta que sismo no Equador deixou 120 mil crianças sem escola

O Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef) alertou hoje que o sismo que atingiu o Equador, no dia 16 de abril, destruiu 280 escolas e deixou 120.000 crianças sem acesso a educação.

A Unicef está a dar apoio ao Governo do Equador para que os alunos das zonas mais afetadas, cerca de 20.000, possam ter aulas em tendas.

A agência da ONU calculou que são necessários mais de 23 milhões de dólares (20,3 milhões de euros) para fazer frente às necessidades das crianças, incluindo fornecimento de água potável, saneamento, educação, saúde e proteção para os próximos meses.

"A escola é um salva-vidas para as crianças que passaram pelo trauma e destruição", afirmou o representante da Unicef no Equador, Grant Leaity, salientando que cria uma rotina diária e um sentido de futuro para a sua recuperação psicológica.

O coordenador humanitário da ONU no Equador, Diego Zorrilla, disse hoje que se trata do maior desastre na região desde o sismo no Haiti, em 2010.

O sismo de 16 de abril no Equador provocou 655 mortos, 41 desaparecidos e milhares de feridos e desalojados.

A ONU espera conseguir 72,7 milhões de dólares (64,3 milhões de euros) de ajuda internacional para ajudar 350 mil pessoas durante os próximos três meses.

Lusa

  • O fim do julgamento do caso BPN, seis anos depois
    2:26

    País

    O antigo presidente do BPN José Oliveira Costa tentou adiar o fim do julgamento principal do caso com um recurso para o Tribunal Constitucional. Apesar disso, a leitura do acórdão continua marcada para esta quarta-feira, quase seis anos e meio depois de os 15 arguidos se terem sentado pela primeira vez no banco dos réus.

  • José Oliveira Costa, o rosto do buraco financeiro do BPN
    3:04

    País

    José Oliveira Costa foi o homem forte do BPN durante 10 anos e tornou-se o rosto do gigantesco buraco financeiro. Manteve-se em silêncio durante todo o julgamento, mas falou aos deputados da comissão de inquérito, para negar qualquer envolvimento no escândalo que fez ruir o BPN.

  • Saída do Procedimento por Défice Excessivo marca debate no Parlamento
    1:40
  • Filhos tentam anular casamento de pai de 101 anos

    País

    O casamento de um homem de 101 anos com uma mulher com metade da idade, em Bragança, está a ser contestado judicialmente pelos filhos do idoso, que acusam aquela que era empregada da família de querer ser herdeira.