sicnot

Perfil

Mundo

Investigadores desenvolvem espermatozóides humanos a partir de células da pele

Um grupo de investigadores espanhóis anunciou quarta-feira ter conseguido desenvolver a partir de células da pele espermatozóides humanos, que sem serem capaz de fertilizar, representam um importante passo para resolver problemas de fertilidade.

Cerca de 15% dos casais são incapazes de ter filhos sem recorrerem à doação de óvulos e espermatozóides, mas todos "gostariam de ter filhos com os seus próprios genes", afirmou Carlos Simon, diretor científico do Instituto de Fertilidade de Valência, na costa do Mediterrâneo.

Segundo Carlos Simon, o estudo pretende resolver o problema das pessoas com problemas de fertilidade que querem ter filhos com os seus próprios genes.

O estudo, realizado pelo Instituto de Fertilidade de Valência e a Universidade Stanford, Califórnia, Estados Unidos, foi publicado terça-feira na revista científica Reports.

Os investigadores inspiraram-se na técnica de reprogramação celular desenvolvida por Shinya Yamanaka do Japão e John Gurdon, de Columbia, Prémio Nobel da Medicina em 2012, para transformar células adultas em células-tronco.

Os investigadores conseguiram reprogramar células da pele, injetando-as com um cocktail de genes essenciais para a criação de gâmetas.

Num mês, a célula transforma-se e adota a forma de uma célula estaminal, que fornece espermatozóides ou óvulos, mas sem capacidade de fertilizar.

"É um espermatozóide, mas precisa de mais maturação para se tornar em um gâmeta. Este é apenas o começo", disse o pesquisador espanhol.

Lusa

  • Paulo Macedo pede calma para o bem do banco
    1:45

    Caso CGD

    Paulo Macedo falou pela primeira vez desde que foi eleito o novo Presidente da Caixa Geral de Depósitos e, para o bem do banco público, pediu calma a todos. Passos Coelho veio dizer que a recapitalização da Caixa pode ter de ser feita no verão do próximo ano para salvaguardar o défice deste ano. Já António Costa preferiu não comentar as declarações de Passos e diz que o banco público há muito que precisava de ser recapitalizado.

  • O que aconteceu à menina síria que relatava a guerra no Twitter?
    1:59
  • Youtuber Miguel Paraiso escreveu uma paródia musical para a Reportagem da SIC "Renegados"
    1:27

    Grande Reportagem SIC

    O youtuber Miguel Paraiso escreveu uma paródia musical para a Grande Reportagem SIC "Renegados". Desde ontem já teve 67 mil visualizações no Facebook. Imagine que ia renovar o cartão de cidadão e diziam-lhe que afinal não é português? Mesmo tendo nascido, crescido, estudado e trabalhado sempre em Portugal? Foi o que aconteceu a inúmeras pessoas que nasceram depois de 1981, quando a lei da nacionalidade foi alterada.«Renegados» é como se sentem estes filhos de uma pátria que os excluiu. Para ver, esta quarta-feira, no Jornal da Noite da SIC.