sicnot

Perfil

Mundo

Empresa elétrica estatal corta a luz ao parlamento venezuelano

A empresa elétrica estatal suspendeu hoje o fornecimento elétrico ao parlamento, horas depois de o Presidente Nicolás Maduro acusar os parlamentares de sabotar a sua gestão e anunciar que suspenderia a luz nas horas de racionamento elétrico.

© Handout . / Reuters

A suspensão foi confirmada pelo deputado Jesus Yánez, que acusou o chefe de Estado de ter declarado a guerra ao parlamento, onde a oposição é a maioria.

"Se o ataque é contra a Assembleia Nacional, que culpa têm os setores circundantes do parlamento? Porque os próprios vizinhos que trabalham e vivem nas proximidades se têm queixado que lhes tiraram a luz", disse o deputado, aos jornalistas.

A suspensão afeta ainda a sede do Parlamento Latino-americano e a redação do diário El Impulso.

O presidente do parlamento, Henry Ramos Allup, reagiu à suspensão e anunciou que o parlamento continuará a legislar, mesmo sem serviço elétrico.

"Continuaremos a trabalhar em prol do povo venezuelano. Onde devem cortar a luz é em Miraflores [palácio presidencial] e no Supremo Tribunal de Justiça, para que não continuem a destruir a Venezuela", escreveu na sua conta do Twitter.

Segundo Henry Ramos Allup, "aquando do Presidente Guzmán Blanco não havia eletricidade nem no Palácio Federal Legislativo e o parlamento sessionava".

Militar, advogado e político, António Guzmán Blanco presidiu a Venezuela em três oportunidades, de 1870 a 1877, de 1879 a 1884 e de 1886 a 1888.

A 25 de abril passado, a Venezuela implementou um novo plano de racionamento de energia elétrica, que passa também pelo corte de fornecimento doméstico, durante quatro horas diárias, ao longo de 40 dias, na sequência da seca provocado pelo fenómeno meteorológico El Niño.

O novo plano de racionamento poderá prolongar-se até o nível da principal barragem do país (El Guri) recuperar ou até começar a época das chuvas (finais de maio).

Um dia depois, o Presidente Nicolás Maduro anunciou que a paralisação das atividades dos serviços públicos do país às quartas, quintas e sextas-feiras, durante pelo menos duas semanas, para poupar energia elétrica.

A cidade de Caracas foi excluída do novo racionamento de eletricidade, por ser a sede dos órgãos de poder públicos.

Em março, Nicolas Maduro decretou dias feriados o período entre 19 e 27 de março, coincidindo com a época da Páscoa.

Todas estas medidas visam poupar energia e água.

Lusa

  • "Estamos vivos"
    11:41

    Reportagem Especial

    Os incêndios de 15 de outubro provocaram sete milhões de euros de prejuízos em empresas da região Norte. Castelo de Paiva foi o concelho mais atingido, o fogo destruiu várias casas e empresas que davam trabalho a cerca de 200 pessoas. Um mês depois do incêndio, a Reportagem Especial da SIC foi ver o que está a ser feito para ajudar a população.

  • Administrador recebia 420 mil € por ano quando aldeamento passava dificuldades
    4:39

    Operação Marquês

    A Caixa Geral de Depósitos tentou cortar para metade o salário do presidente do Conselho de Administração de Vale do Lobo, mas não conseguiu. Diogo Gaspar Ferreira ganhava 420 mil euros por ano, quando o empreendimento estava enterrado em dívidas. A Autoridade Tributária estima também que o arguido da Operação Marquês não tenha declarado 400 mil euros pagos pelo aldeamento.

  • Estudante português desaparecido no mar Báltico

    País

    Um jovem português de 21 anos desapareceu na segunda-feira, dia 13 de novembro, enquanto fazia uma viagem de cruzeiro entre a cidade finlandesa de Helsínquia e a capital da Suécia, Estocolmo. As autoridades locais fizeram buscas na madrugada em que Diogo Penalva caiu ao mar Báltico, por volta das duas da manhã.

  • Notas e moedas têm os dias contados?
    6:27
  • Político oferece 1,3 milhões por decapitação de atriz

    Mundo

    Deepika Padukone é uma das personagens principais do filme que retrata a relação entre uma rainha hindu e um governante muçulmano. O filme enfureceu um político do Governo indiano, que ofereceu 1,3 milhões de euros como recompensa a quem decapitasse a atriz. A polícia já destacou agentes para proteger a atriz, bem como a sua família.

  • Paris inaugura primeiro restaurante naturista

    Mundo

    Para entrar, é preciso retirar a roupa e apenas as mulheres podem permanecer calçadas. O primeiro restaurante naturista de Paris abriu em novembro para responder a uma necessidade em França, principal destino do mundo para os praticantes de nudismo.

  • Peru faz aparição especial na Casa Branca
    1:10

    Mundo

    Os norte-americanos estão a preparar-se para o tradicional Dia de Ação de Graças, assinalado na próxima quinta-feira. O tradicional peru fez esta terça-feira uma aparição especial na sala de conferências de imprensa, na Casa Branca, em Washington. O peru é o prato tradicional no Dia de Ação de Graças, uma data de louvor a Deus, que remonta ao século XVII e que é celebrada na quarta quinta-feira de novembro, sobretudo nos Estados Unidos da América e no Canadá.

  • Sara Sampaio brilha em Xangai
    1:50