sicnot

Perfil

Mundo

Nobel da Economia vai liderar comité para avaliar o sistema financeiro no Panamá

A medida surge na sequência do escândalo financeiro tornado público com os Panama Papers. Um grupo de sete especialistas será liderado pelo Nobel da Economia Joseph Stiglitz.

Nobel das Economia, Joseph Stiglitz

Nobel das Economia, Joseph Stiglitz

© Carlos Jasso / Reuters

O comité independente deverá preparar um relatório até ao fim do ano. Deverá incluir medidas que permitam prevenir atividades ilícitas e ao mesmo tempo proteger o setor financeiro dessa ameaça.

As conclusões deverão ser apresentadas antes da próxima Conferência Internacional Contra a Corrupção, que se realizará no Panamá no início de dezembro.

  • Encontrada criança britânica desaparecida na praia da Luz

    País

    Foi encontrada a criança britânica que estava desaparecida desde o início da tarde, avançaram as autoridades. A Polícia Marítima tinha sido informada do desaparecimento de um rapaz de 8 anos, de nacionalidade inglesa, tendo efetuado diligências nas proximidades da praia algarvia.

  • Marcelo pede "serenidade e cabeça fria" no debate político
    1:29
  • Seca agrava prejuízos agrícolas no Alentejo
    2:11
  • Al Gore e Garry Kasparov vão estar na Web Summit

    Web Summit

    Al Gore, antigo vice-Presidente dos Estados Unidos da América, Garry Kasparov, lendário jogador de xadrez, e Steve Huffman, o dirigente e cofundador da rede social Reddit são os novos nomes anunciados para a 2.ª Web Summit em Lisboa.

  • Estudantes universitários poderiam estar a pagar propinas mais baixas
    2:02

    País

    Os alunos universtários poderiam estar a pagar propinas mais baixas do que pagam atualmente. A situação foi denunciada pela Federação Académica do Porto, que diz que os estudantes estão a pagar cerca de 100 euros a mais do que deviam. O INE admite, num documento enviado ao Governo, que pode existir um método melhor para o cálculo destes valores.

  • Liberdade de movimento entre UE e Reino Unido termina em março de 2019

    Brexit

    A liberdade dos cidadãos europeus para viver e trabalhar no Reino Unido vai terminar, em março de 2019. O Governo britânico pediu esta quarta-feira um estudo de um ano sobre a migração europeia no país, de modo a ajudar no sistema de imigração que será implementado. A avaliação vai estar concluída em setembro, de 2018, seis meses antes da conclusão do Brexit.