sicnot

Perfil

Mundo

Antigo padre australiano condenado a 29 anos de prisão por pedofilia

Um tribunal australiano condenou hoje um antigo padre católico a 29 anos de prisão por ter abusado sexualmente de mais de uma dezena de crianças numa zona rural do país, entre 1979 e 1988, informa a imprensa local.

LUSA

John Joseph Farrell, de 62 anos, que abusou de três meninas e nove meninos nas cidades de Moree e Tamworth, foi considerado culpado de 62 crimes sexuais contra menores e outros 17 delitos, segundo a agência local AAP.

O juiz Peter Zahra, do tribunal do distrito de Sydney, disse que, apesar de alguns crimes de Farrell parecerem espontâneos à primeira vista, eram fruto de longa preparação e sedução das vítimas e dos seus pais.

Farrell não pode sair em liberdade condicional por um período de 18 anos, incluindo o tempo que já passou detido, não podendo ser libertado até 2033.

Lusa

  • Dois jovens atropelados mortalmente no concelho de Montemor-o-Velho
    2:20
  • Presidente de "O Sonho" suspeito de peculato e fraude
    2:26

    País

    O presidente das três instituições de solidariedade social de Setúbal - incluindo "O Sonho" -, que na sexta-feira foram alvo de buscas, foi constituído arguido. Florival Cardoso é, por enquanto, o único suspeito de peculato e fraude na obtenção de subsídios para as instituições.

  • Manifestação contra mina de urânio junta milhares em Salamanca
    1:39
  • Assalto a Tancos e roubo de armas da PSP podem estar relacionados
    1:24

    País

    O assalto a Tancos e o roubo de armas da PSP, três recuperadas na semana passada, podem estar relacionados. O semanário Expresso avançou este sábado que há suspeitos de terem participado nos dois assaltos e o grupo, ou parte dele, atua principalmente do Algarve, com possíveis ligações a outras organizações espalhadas pelo país ou até transacionais.

  • Cessar-fogo de 30 dias na Síria
    2:07