sicnot

Perfil

Mundo

Alemanha quer legalizar cannabis para uso medicinal

A Alemanha quer legalizar a cannabis para fins medicinais no início do próximo ano, afirmou hoje o ministro da Saúde alemão.

© Amir Cohen / Reuters

"O nosso objetivo é que os doentes graves sejam tratados da melhor maneira possível", disse Hermann Groehe, que vai apresentar ao executivo alemão, na quarta-feira, um projeto-lei nesta matéria.

O projeto-lei alemão irá ao encontro de leis já aplicadas em outras partes do mundo que preveem o uso medicinal da cannabis para aliviar o sofrimento de doenças como cancro, glaucoma, síndrome de imunodeficiência adquirida (SIDA), hepatite C, Parkinson e outras doenças graves.

No entanto, a questão do consumo recreativo e medicinal da cannabis gera controvérsia em muitos países.

Muitas pessoas temem a vertente criminal regularmente associada ao consumo de drogas e à toxicodependência, enquanto outras vozes argumentam que o uso da cannabis pode levar à dependência de drogas mais pesadas.

O ministro da Saúde alemão reconheceu que a 'cannabis' "não é uma substância inofensiva", precisando que estará disponível em farmácias e que só poderá ser adquirida com receita médica.

Até à criação de plantações devidamente supervisionadas, a Alemanha vai importar "marijuana medicinal", acrescentou Hermann Groehe.

"Sem querer antecipar o trabalho do Bundestag (câmara baixa do Parlamento), é provável que a lei entre em vigor na primavera de 2017", referiu ainda o ministro, em declarações ao diário alemão Die Welt.

Lusa

  • O perfil do homicida de Barcelos
    2:42

    País

    Adelino Gomes Briote já tinha sido condenado por ofensas à integridade física da sogra e de uma filha. Em seis meses esta foi a segunda vez que o homem acusado do quádruplo homicídio em Barcelos esteve perante a justiça.

  • "Um Lugar ao Sol"
    17:05
  • Trump diz que Obamacare vai "colapsar"

    Mundo

    O Presidente norte-americano tentou desvalorizar a derrota política sofrida na sexta-feira no Congresso, ao desistir da revogação da lei de saúde pública do seu antecessor, conhecida como Obamacare, afirmando que esta vai colapsar por si mesma.

  • Milhares nas cerimónias fúnebres de dirigente do Hamas

    Mundo

    Milhares de palestinianos participaram nas cerimónias fúnebres de um dirigente do Hamas, assassinado esta sexta-feira, na Faixa de Gaza. Vários homens armados acompanharam o cortejo fúnebre até à mesquita, onde se fizeram as últimas orações.

  • Guerra na Síria não dá tréguas
    1:51

    Mundo

    Na Síria e ao mesmo tempo que decorrem novas negociações de paz, a guerra não dá tréguas. As imagens mostram o resultados dos últimos raides aéreos nos subúrbios de Damasco. O balanço provisório é de mais de 30 mortos e pelo menos 50 feridos.