sicnot

Perfil

Mundo

Johnson & Johnson novamente condenada em caso de pó de talco alegadamente cancerígeno

A multinacional Johnson & Johnson foi condenada a pagar cerca de quase 50 mil euros de indemnização a uma mulher segundo a qual foi o pó de talco da marca que lhe causou cancro nos ovários.

(Arquivo/Reuters)

(Arquivo/Reuters)

© Lucas Jackson / Reuters

Gloria Ristesund, 62 anos, diz que usou pó de talco da Johnson & Johnson durante décadas, nos seus genitais. Um júri do Estado do Missouri condenou a multinacional em cerca de 50 mil euros.

A empresa enfrenta 1200 acusações semelhantes, mas insiste que os seus produtos são seguros. Os investigadores não encontram, por sua vez, quaisquer provas da relação entre a doença e o uso de pó de talco.

Em fevereiro, a empresa pagou 65 milhões de euros num caso semelhante.

  • Pagaram 10 libras por diamante que vale milhares

    Mundo

    Há 30 anos um comprador adquiriu um anel de diamantes de 26.27 quilates por apenas 10 libras (cerda de 11 euros) numa feira em Isleworth, no oeste Londres. O proprietário passeou durante três décadas com uma peça que valia cerca de 350.000 libras (407.000€) e não sabia. Confessa que até a usava durante as tarefas domésticas.

    SIC

  • Leão-marinho arrasta criança de doca em Vancouver
    0:51

    Mundo

    O momento em que um leão-marinho arrasta uma menina para a água foi gravado e publicado na internet. Sem nada que fizesse prever, o animal puxou a criança que estava sentada numa doca em Vancouver, no Canadá. A criança foi resgatada de imediato por um familiar e apesar do susto não sofreu ferimentos. O momento de aflição foi testemunhado por vários turistas.

  • Caçador morre esmagado por elefante

    Mundo

    Um famoso caçador morreu na sexta-feira após ser esmagado por um elefante quando estava a caçar. A morte foi confirmada pelas autoridades do Zimbabué, que adiantaram ainda que o animal foi morto por um dos caçadores do grupo de Theunis Botha.