sicnot

Perfil

Mundo

Johnson & Johnson novamente condenada em caso de pó de talco alegadamente cancerígeno

A multinacional Johnson & Johnson foi condenada a pagar cerca de quase 50 mil euros de indemnização a uma mulher segundo a qual foi o pó de talco da marca que lhe causou cancro nos ovários.

(Arquivo/Reuters)

(Arquivo/Reuters)

© Lucas Jackson / Reuters

Gloria Ristesund, 62 anos, diz que usou pó de talco da Johnson & Johnson durante décadas, nos seus genitais. Um júri do Estado do Missouri condenou a multinacional em cerca de 50 mil euros.

A empresa enfrenta 1200 acusações semelhantes, mas insiste que os seus produtos são seguros. Os investigadores não encontram, por sua vez, quaisquer provas da relação entre a doença e o uso de pó de talco.

Em fevereiro, a empresa pagou 65 milhões de euros num caso semelhante.

  • Zeca Afonso morreu há 30 anos
    1:11
  • Mariana Mortágua acusa Governo anterior de deixar escapar milhões para offshores
    1:39

    Opinião

    Mariana Mortágua e Adolfo Mesquita estiveram na Edição da Noite da SIC Notícias para mais um Esquerda Direita. Mariana Mortágua acusou o Governo anterior de, por opção ou negligência, ter deixado escapar 10 mil milhões de euros para offshores. Já Adolfo Mesquita Nunes, do CDS-PP, desvalorizou o assunto afirmando que serve apenas para desviar as atenções da questão da Caixa Geral de Depósitos

  • Compensa comprar a granel?
    8:39
  • Técnica de defesa contra aperto de mão de Donald Trump
    1:39
  • Vídeo mostra aterragem de Harrison Ford que quase causou um desastre

    Mundo

    Harrison Ford quase provocou um grave acidente quando, ao pilotar um dos seus aviões, falhou a pista de aterragem e esteve muito perto de chocar contra um um Boeing 737, com mais de 100 pessoas a bordo. O incidente com o ator norte-americano, considerado um piloto experiente, aconteceu na passada segunda-feira, dia 13, no Condado de Orange, na Califórnia, e o momento foi captado em vídeo.

  • Descoberta nova espécie de primatas em Angola

    Mundo

    Uma equipa britânica de cientistas descobriu uma nova espécie de galagos anões, um primata pertencente à família dos galonídeos - comum na África subsariana -, na floresta ameaçada da Kumbira, localizada na província do Cuanza Sul, noroeste de Angola.

  • Vestidos da princesa Diana em exposição
    1:29

    Mundo

    As roupas mais emblemáticas da princesa Diana vão estar em exposição no Palácio de Kensington, em Londres, a partir de sexta-feira. O objetivo é mostrar a evolução do estilo da princesa de Gales, considerada um dos maiores ícones de moda de sempre.