sicnot

Perfil

Mundo

Ataques aéreos israelitas sobre Faixa de Gaza

A força aérea israelita realizou hoje à tarde vários ataques aéreos na Faixa de Gaza, após um dia marcado por tensões na fronteira entre Israel e o território controlado pelo Hamas, segundo fontes israelita e palestiniana.

(Arquivo SIC)

(Arquivo SIC)

SIC

Foram ouvidos bombardeamentos na zona do aeroporto internacional, atualmente encerrado, em Rafah, no sul da Faixa de Gaza, e em áreas agrícolas vizinhas, mas não fizeram feridos, indicou o Ministério do Interior do Hamas em Gaza.

Os militares israelitas confirmaram em comunicado ter bombardeado "cinco infraestruturas terroristas do Hamas no sul da Faixa de Gaza".

"O exército israelita continuará as suas operações com o objetivo de proteger os cidadãos israelitas das ameaças terroristas do Hamas sobre e sob o solo que violam a soberania israelita", afirmou Peter Lerner, porta-voz do exército, em comunicado.

A fronteira entre Israel e a Faixa de Gaza, dirigida pelo Hamas palestiniano, seu inimigo, foi hoje palco de tensões, com disparos de morteiros e tanques a porem à prova o frágil cessar-fogo.

As forças israelitas dispararam de fora da Faixa de Gaza sobre posições palestinianas no interior do território, em resposta a disparos de morteiro, de acordo com o exército.

Uma fonte militar indicou que ocorreram vários ataques com morteiros, que não fizeram vítimas, contra soldados que operavam junto da barreira de segurança que fecha hermeticamente Gaza a norte e a sul da fronteira.

Os militares ripostaram duas vezes com disparos de tanques direcionados para o local de onde provinham os tiros.

Israelitas e palestinianos travaram três guerras na Faixa de Gaza desde 2008, a última das quais, em julho-agosto de 2014, foi a mais longa e a mais devastadora.

Lusa

  • O resgate dos passageiros do naufrágio em Cascais
    1:48
  • É importante que "as pessoas não tenham medo" de denunciar o tráfico humano
    0:48

    País

    Manuel Albano, relator nacional para o tráfico de pessoas, concorda com a ideia de que é necessário continuar a investir na inspeção e na fiscalização para travar o tráfico de seres humanos, mas rejeita a denúncia do sindicato dos trabalhadores do SEF, que esta quinta-feira alertou para a "falta de controlo".

  • Trocar a economia pela dança
    7:21
  • Salas de consumo assistido previstas na lei há 17 anos
    3:01
  • O que faz um guaxinim às duas da manhã num quartel de bombeiros?

    Mundo

    Os animais são muitas vezes os protagonistas de histórias incríveis ou até insólitas. Desde o cão mais pequeno ao urso mais assustador. Desta vez, o principal interveniente é um guaxinim, que foi levado até um quartel de bombeiros por uma dona muito preocupada. Porquê? O animal estava sob o efeito de drogas.

    SIC

  • "Por vezes até as princesas da Disney ficam apavoradas"

    Mundo

    A atriz norte-americana Patti Murin foi esta semana elogiada nas redes sociais por se preocupar com a sua saúde mental e não ter problemas em falar sobre o assunto. A artista faltou a um espetáculo da Disney, onde ia atuar, devido a um ataque de ansiedade.

    SIC

  • Presidente do Uganda quer proibir sexo oral

    Mundo

    O Presidente do Uganda emitiu um aviso público durante um conferência de imprensa anunciando que vai banir a prática de sexo oral no país. Yoweri Museveni justifica o ato, explicando que "a boca serve para comer".

    SIC