sicnot

Perfil

Mundo

Divergências entre Presidente e PM turcos podem levar à saída do chefe do Governo

A luta pelo poder entre o Presidente e o primeiro-ministro turcos deve levar ao afastamento de Ahmet Davutoglu da direcção do Governo e também do Partido da Justiça e do Desenvolvimento. O chefe do Executivo reuniu-se com o Presidente Recep Tayyip Erdogan, esta quarta-feira, para conversações de emergência, e sugeriu que podia demitir-se devido à divisão entre os dois sobre questões políticas fundamentais.

Divergências sobre questões políticas fundamentais entre o primeiro-ministro, Ahmet Davutoglu, e o Presidente, Recep Erdogan, estão na origem da crise política na Turquia.

Divergências sobre questões políticas fundamentais entre o primeiro-ministro, Ahmet Davutoglu, e o Presidente, Recep Erdogan, estão na origem da crise política na Turquia.

© Umit Bektas / Reuters

A reunião terminou sem declarações, mas o primeiro-ministro convocou para hoje uma conferência de imprensa. Os media turcos dizem que deve ser convocado para breve um congresso do Partido da Justiça e do Desenvolvimento, e que Davutoglu não pensa candidatar- se à direção do partido.

  • Agressões no parlamento turco
    2:13

    Mundo

    Os desentendimentos entre os membros do AK, partido atualmente no poder na Turquia, e partido de oposição pró-curda surgiram durante uma discussão sobre a possibilidade de remover a imunidade parlamentar dos deputados. Empurrões, insultos, gritos e muita confusão em pleno parlamento. Houve até quem subisse para cima das mesas para defender a sua posição. O Presidente da comissão ainda pediu uma pausa para acalmar os ânimos e assim retomar os trabalhos, mas de nada valeu. Já na semana passada os deputados se tinham envolvido numa discussão sobre o acordo migratório da Turquia com a União Europeia.

  • GNR só teve acesso às imagens das agressões em Alcochete 12 horas depois
    1:42

    Crise no Sporting

    A GNR não pôde visionar as imagens de videovigilância da Academia de Alcochete logo que chegou ao local. O sistema estava inoperacional, o que fez com que as imagens só fossem entregues quase 12 horas depois do ataque à equipa do Sporting. Entre as provas recolhidas, estão também impressões digitais e vestígios de sangue encontrados na zona do balneário.

  • Juiz considera que agressões em Alcochete foram "ato terrorista"
    1:59

    Crise no Sporting

    O juiz que decretou a prisão preventiva dos 23 detidos pelo ataque à Academia do Sporting considera que se tratou de um ato terrorista. Diz mesmo que os agressores tiveram um comportamento chocante e que perverte o espírito desportivo. Sete dos 23 detidos já foram condenados por outros crimes, mas não chegaram a pena de prisão.

  • Gonçalo Guedes: o menino franzino que jogava mais que os outros em Benavente
    8:47
  • A promessa que João Mário vai ter de cumprir se Portugal for campeão
    1:36
  • Aprovadas mudanças no acesso ao ensino superior

    País

    O Governo aprovou esta quinta-feira o decreto-lei que estabelece o currículo dos ensinos básico e secundário, bem como os princípios orientadores da avaliação, voltando a nota de Educação Física a contar para a média de acesso ao ensino superior. No caso dos alunos do ensino profissional, são eliminados requisitos considerados discriminatórios no acesso ao ensino superior.

  • Universidade de Coimbra não retira Honoris Causa a Lula
    3:30
  • Estudo acaba com teorias da conspiração sobre a morte de Hitler

    Mundo

    Existem algumas versões sobre o desaparecimento do ditador nazi, Adolf Hitler. Há quem diga que viajou para um país da América do Sul, outros acreditam que está escondido na Antártida e há até quem vá mais longe e acredita que estaria na Lua. Mas, teorias da conspiração à parte, a história oficial diz que Hitler suicidou-se num bunker, em Berlim, Alemanha.

    SIC