sicnot

Perfil

Mundo

Indonésia, Malásia e Filipinas reúnem-se para acordar plano contra Abu Sayyaf

Os ministros dos Negócios Estrangeiros e chefes do exército da Indonésia, Malásia e Filipinas reuniram-se hoje para acordar ações contra o grupo extremista Abu Sayyaf, responsável por vários sequestros na zona marítima partilhada pelos três países.

O Presidente indonésio, Joko Widodo (ao centro) presidiu ao encontro que juntou responsáveis da Indonésia, Malásia e Filipinas.

O Presidente indonésio, Joko Widodo (ao centro) presidiu ao encontro que juntou responsáveis da Indonésia, Malásia e Filipinas.

O encontro, que decorreu em Jacarta, na Indonésia, foi convocado pelas autoridades deste país depois do sequestro de 14 pescadores em dois incidentes em águas internacionais no mar de Jolo, onde o Abu Sayyaf estabeleceu bases em várias ilhas filipinas.

O Presidente indonésio, Joko Widodo, presidiu ao encontro em que foi abordado o estabelecimento de patrulhas navais e aéreas conjuntas nesta região marítima, segundo informa o portal indonésio Detik.

O ministro dos Assuntos de Segurança indonésio, Luhut Binsar Panjaitan, alertou dias antes que a zona do sul das Filipinas corre o risco de se converter numa nova Somália e insistiu que a proteção do comércio na zona é um assunto de prioridade máxima.

O Abu Sayyaf libertou, no passado domingo, dez dos pescadores, após o pagamento de um resgate, assegura a imprensa filipina, apesar de as autoridades indonésias o negarem.

O grupo realiza frequentes sequestros para pedir resgates com os quais se financia, incluindo de vários estrangeiros, um dos quais, o canadiano John Ridsdel, foi decapitado a 25 de abril após ter expirado o prazo para o pagamento.

Atualmente, além dos quatro pescadores indonésios, o Abu Sayyaf tem na sua posse quatro marinheiros malaios, um holandês, um canadiano e um norueguês, além de vários filipinos.

Lusa

  • Marco Silva vai treinar o Watford

    Desporto

    O treinador português Marco Silva assinou contrato com o Watford, da Liga Inglesa. O emblema que terminou a última Premier League na 17ª posição, a última antes dos lugares de descida, ganhou assim a corrida ao Crystal Palace e ao FC Porto, que também tentaram contratar o técnico.

  • "A maior conquista foi construir estabilidade"
    2:14

    Economia

    António Costa voltou esta sexta-feira a garantir que a partir de junho nenhum subsídio de desemprego será inferior a 421 euros por mês. O primeiro-ministro falava nas jornadas parlamentares do PS, onde afirmou que a estabilidade é a maior conquista deste Governo.

  • Com a multiplicação de bons indicadores económicos e financeiros do país, multiplicam-se os elogios ao Governo e declaram-se mortas e enterradas as políticas do passado recente, nomeadamente a da austeridade. Nada mais errado. O que os bons resultados agora alcançados provam definitivamente é que a austeridade resolveu de facto os problemas das contas públicas e, mais do que isso, contribuiu para o crescimento económico que foi garantido por reformas estruturais e pela reorientação do modelo económico.

    José Gomes Ferreira

  • Raízes de ciência e rebentos de esperança
    14:14
  • Portugal pode ser atingido por longos períodos de seca

    País

    Portugal e Espanha podem ser atingidos até 2100 por 'megasecas', períodos de seca de dez ou mais anos, segundo os piores cenários traçados num estudo da universidade britânica Newcastle, que tem a participação de uma investigadora portuguesa.

  • G7 reforça compromisso na luta contra o terrorismo
    2:11
  • Uma foto para a história

    Mundo

    As mulheres dos líderes mundiais que se reúnem nas cimeiras da NATO posam para a fotografia oficial das primeiras-damas. A deste ano é histórica. Pela primeira vez, há um marido de um primeiro-ministro entre as nove mulheres. Trata-se de Gauthier Destenay, casado com o líder do Luxemburgo.