sicnot

Perfil

Mundo

PM irlandês reeleito graças a acordo com partido da oposição

O primeiro-ministro irlandês, Enda Kenny, foi reeleito hoje pelo Parlamento, permitindo a formação de um governo minoritário após um impasse político de mais de dois meses.

Enda Kenny, primeiro-ministro irlandês.

Enda Kenny, primeiro-ministro irlandês.

© Clodagh Kilcoyne / Reuters

Enda Kenny, de 65 anos, foi reeleito com 59 votos a favor contra 49 graças ao apoio dos deputados independentes, refere a agência France-Presse.

"Este governo tem muito que fazer. O nosso país está a atravessar vários desafios. Esta foi a mensagem do povo durante a eleição e que foi repetida por muitos de vós," disse Kenny durante o seu discurso.

Esta era a quarta votação do parlamento irlandês para nomear o chefe do executivo depois das eleições gerais do dia 26 de fevereiro, que levaram o partido de Enda Kenny, Fine Gael (centro-direita), a liderar as votações sem conseguir a maioria para poder governar.

A semana passada, o partido de Kenny conseguiu, no entanto, fazer um acordo com o Fianna Fail, a principal formação da oposição, para que não se oponha à constituição de um governo minoritário.

Segundo o acordo, o Fianna Fail vai apoiar o Fine Gael e os deputados independentes aliados nos principais votos de confiança, e vai obter em troca uma série de reformas por ele defendido.

O líder do Fianna Fail, Michael Martin, garantiu que o acordo vai manter-se até finais de 2018.

O projeto governamental estima em 6,75 mil milhões de euros as despesas públicas suplementares para os próximos cinco anos e a suspensão das polémicas taxas sobre a água, dois dos pedidos do Fianna Fail.

Nas eleições legislativas de 26 de fevereiro, o Fine Gael obteve 50 dos 158 assentos no parlamento e o Fianna Fail ficou no segundo lugar com 44 assentos.

O partido trabalhista, parceiro do Fine Gael durante os últimos cinco anos, sofreu uma redução significativa, passando de 37 lugares para sete.

Lusa

  • Germano Almeida vence Prémio Camões

    Cultura

    O escritor cabo-verdiano Germano Almeida é o vencedor do Prémio Camões 2018, foi esta segunda-feira anunciado, no Hotel Tivoli, em Lisboa, após reunião do júri.

  • "Fui violada por Harvey Weinstein aqui em Cannes"
    1:02

    Cultura

    A cerimónia de encerramento do Festival de Cinema de Cannes ficou ainda marcada pelo discurso de Asia Argento. A atriz italiana que acusou Harvey Weinstein de a ter violado justamente numa das edições do festival de Cannes, e que há mais abusadores à solta.

  • As primeiras imagens das quatro crias da lince Malva
    0:20
  • Eis os novos heróis de Vila de Aves
    3:03
  • Desportivo das Aves fora da Liga Europa

    Desporto

    O Desportivo das Aves não vai à Liga Europa e o Sporting terá entrada direta na fase de grupos. Apesar da conquista da Taça de Portugal, a equipa avense não se licenciou em tempo útil para poder participar na prova da UEFA, apurou a SIC.

  • E agora, Sporting? Semana de decisões e incertezas
    2:53
  • "Para primeiro dia de pesca da sardinha, não foi mau"
    2:19
  • "Desfiliei-me do PS mas continuo socialista"
    1:29

    País

    José Sócrates garantiu este domingo que não atacará o PS e que continua a ser socialista. O antigo primeiro-ministro participou num almoço de apoio, em Lisboa, com cerca de 100 pessoas, a maioria anónimos.