sicnot

Perfil

Mundo

Dois membros da NATO morrem em ataque no Afeganistão

Pelo menos dois membros da missão da NATO no Afeganistão e dois agressores com uniformes militares morreram hoje num ataque reivindicado pelos talibãs, numa base em Kandahar, avançam fontes oficiais.

© Ahmad Masood / Reuters

"Dois membros ao serviço do Apoio Decidido (missão da NATO) morreram esta manhã quando dois indivíduos que vestiam uniformes das Forças de Segurança e Defesa Nacional Afegãs (ANDSF, na sigla inglesa) abriram fogo", indica um comunicado da NATO.

O ataque aconteceu "num recinto das ANDSF no sul do Afeganistão", diz a nota.

"Os membros do Apoio Decidido responderam aos disparos e mataram os atiradores", informa a NATO.

A missão aliada e as forças afegãs estão a investigar o incidente, que não consideram "representativo da positiva relação entre ambas".

A NATO não especificou a nacionalidade dos membros da missão que morreram.

O porta-voz do governador da província de Kandahar, Samim Khpalwak, disse à Efe que o ataque aconteceu no complexo do aeroporto internacional da capital provincial, com o mesmo nome, que inclui instalações militares e policiais.

Fonte do exército da província afegã, que pediu anonimato, disse à Efe que os atacantes eram da polícia afegã.

O porta-voz dos talibãs, Zabiullah Mujahid, reivindicou o ataque através de uma mensagem no Twitter, em que assegurou que "um soldado infiltrado matou quatro invasores dos Estados Unidos-NATO na base área de Kandahar".

Os talibãs lançaram, no mês passado, a chamada 'ofensiva de primavera', anunciando ataques "de grande escala" contra os seus inimigos, as forças afegãs e internacionais destacados no país.

Lusa

  • Outros casos de fuga de prisões portuguesas
    2:58

    País

    Nos últimos cinco anos, 52 reclusos fugiram de cadeias portuguesas, mas foram todos recapturados. Entre 1999 e 2009, fugiram oito reclusos da prisão de Caxias. Em 2005, um homem condenado a 21 anos de prisão fugiu de Coimbra, viajando por França e pela Polónia. Manuel Simões acabou por ser detido no regresso a Portugal.

  • Portugal sem resposta de Moçambique sobre português desaparecido em Maputo
    1:25

    País

    Portugal tem tentado, sem sucesso, obter respostas das autoridades moçambicanas sobre o rapto de um empresário português há sete meses. De acordo com a notícia avançada este domingo pelo jornal Público, uma carta enviada há duas semanas pelo Presidente da República ao homólogo moçambicano não teve resposta. O Governo de Moçambique tem ignorado pedidos de informação das autoridades portuguesas.

  • Táxi capaz de sobrevoar filas de trânsito ainda este ano no Dubai

    Mundo

    É o sonho de muitos que passam horas intermináveis em filas de trânsito. Trata-se de um drone com capacidade para transportar pessoas. "Operações regulares" deste insólito aparelho terão início em julho, no Dubai. O anúncio foi feito pela entidade que gere os transportes da cidade. Apenas um passageiro, com o peso máximo de 100 kg, pode seguir viagem neste táxi revolucionário, capaz de sobrevoar vias congestionadas pelo trânsito.