sicnot

Perfil

Mundo

George Zimmerman vai leiloar pistola com que matou Trayvon Martin

George Zimmerman, o antigo vigilante absolvido da morte do adolescente negro Trayvon Martin em 2012 na Florida, EUA, anunciou hoje que vai leiloar a pistola utilizada no dia do drama.

George Zimmerman numa audiência de julgamento a 19 de novembro de 2013.

George Zimmerman numa audiência de julgamento a 19 de novembro de 2013.

© POOL New / Reuters

A arma que matou Trayvon Martin.

A arma que matou Trayvon Martin.

© POOL New / Reuters

O caso deu origem a uma onda de protestos pelo país e ao nascimento do movimento Black Lives Matter (As vidas do negros importam).

O caso deu origem a uma onda de protestos pelo país e ao nascimento do movimento Black Lives Matter (As vidas do negros importam).

REUTERS

Num anúncio publicado num site de leilões especializado em armas, George Zimmerman descreve a pistola como "a arma utilizada para defender a (sua) vida e pôr fim à agressão brutal de Trayvon Martin".

"Uma ocasião de aquirir um pedaço da história dos Estados Unidos", acrescenta.

A pistola, Kel-Tec PF-9 9 mm, terá como base de licitação 5 mil dólares (cerca de 4400 euros) e vai hoje a leilão.

A 26 de fevereiro de 2012, George Zimmerman fazia uma ronda no seu bairro de Sanford na Florida. Alegou legítima defesa ao ter morto a tiro o jovem de 17 anos Trayvon Martin. O adolescente não estava armado e não havia testemunhas do crime.

Em julho de 2013, Zimmerman foi absolvido do crime e condenado a uma multa de 9 mil dólares, cerca de 7900 euros.

  • Jovens adoptados e filha do líder da IURD com versões diferentes dos acontecimentos
    4:06

    País

    Os jovens adoptados e a filha do bispo Edir Macedo, que alegadamente os adoptou, têm versões diferentes sobre o que aconteceu. Vera e Luís Katz garantem que foram adoptados por uma família norte-americana, com que viveram até aos 20 anos. Viviane Freitas, filha do líder da Igreja Universal do Reino de Deus, conta que foi mãe das crianças durante três anos, apesar de lhe ter sido negada a adopção.

  • Cabecilha da seita Verdade Celestial é "mentiroso, egocêntrico e psicótico"
    2:22

    País

    O cabecilha da seita "Verdade Celestial" foi condenado a 23 anos de pena de prisão por abusos sexuais de crianças e adolescentes. O juiz diz que o cabecilha do grupo era mentiroso patológico, egocêntrico, impulsivo e com personalidade psicótica. Dos oito acusados, duas mulheres foram absolvidas e seis arguidos foram condenados a penas efetivas. A rede de abusadores foi desmantelada há dois anos, numa quinta de Palmela.

  • Mau tempo obriga ao cancelamento de centenas de voos na Europa
    1:21
  • Antigos quadros da Facebook declaram-se preocupados com efeitos da rede social

    Mundo

    Alguns dos antigos quadros da empresa Facebook estão a começar a exprimir sérias dúvidas sobre a rede social que ajudaram a criar, foi noticiado. A Facebook explora "uma vulnerabilidade na psicologia humana" para criar dependência entre os seus utilizadores, afirmou o primeiro presidente da empresa, Sean Parker, num fórum público.