sicnot

Perfil

Mundo

Londres recebe hoje Cimeira Anticorrupção

Londres acolhe hoje dirigentes do todo o mundo numa Cimeira Anticorrupção, convocada pelo primeiro-ministro David Cameron para lançar uma ofensiva global contra a corrupção, na sequência das revelações sobre evasão fiscal dos Papéis do Panamá.

© Reuters Staff / Reuters

Dirigentes mundiais, instituições financeiras e organizações não-governamentais foram convidados, entre os quais os presidentes do Afeganistão, Colômbia e Nigéria, o chefe da diplomacia norte-americana, os líderes do Fundo Monetário Internacional (FMI) e do Banco Mundial e o presidente da ONG Transparência Internacional.

David Cameron quer que a cimeira seja concluída com a assinatura "da primeira declaração mundial contra a corrupção".

Nesse texto, segundo o governo britânico, os signatários devem "reconhecer que a corrupção mina os esforços para lutar contra a pobreza, promover a prosperidade e combater o terrorismo e o extremismo" e comprometer-se a "detetar a corrupção, julgar e sancionar as pessoas que a cometem, a facilitam ou dela são cúmplices".

O êxito desta cimeira é contudo incerto. Segundo o jornal The Times, o projeto de declaração final já foi diluído a pedido de alguns países, incluindo com a retirada uma passagem que rejeitava qualquer "impunidade para os corruptos".

Robert Barrington, diretor executivo da organização Transparência Internacional no Reino Unido, escreveu que esta cimeira "é uma oportunidade", mas advertiu para o "elefante na sala" que é a participação de dirigentes "seriamente corruptos" que, "naturalmente, não querem progressos globais na redução da grande corrupção" e são por isso "verdadeiros bloqueadores", aconselhando David Cameron a "não ceder às pressões".

Mais de 300 economistas de 30 países, entre os quais Thomas Piketty, autor de O Capital no Século XXI, e Angus Deaton, Nobel da Economia, subscreveram esta semana uma carta aos dirigentes mundiais apelando para o fim dos paraísos fiscais, que "distorcem o funcionamento da economia global" e "privam os Estados de receitas fiscais", fazendo com "os países mais pobres paguem o preço mais elevado".

Lusa

  • A morte das sondagens foi ligeiramente exagerada

    Um atentado sem efeitos eleitorais, sondagens que acertaram em praticamente tudo, inexistência do chamado eleitorado envergonhado. E um candidato que se situa no centro político com fortíssimas hipóteses de vencer a segunda volta. As presidenciais francesas tiveram uma chuva de acontecimentos anormais, mas acabam por ser um choque de normalidade. Pelo menos até agora...

    Ricardo Costa

  • "O FC Porto não merece ser campeão"
    2:23
    Play-Off

    Play-Off

    DOMINGO 22:00

    O empate do FC Porto com o Feirense foi o principal assunto do Play-Off da SIC Notícias, este domingo. Rodolfo Reis mostrou-se insatisfeito com a atitude dos jogadores do FC Porto.

  • Incêndio em Alfragide deixa 12 pessoas desalojadas
    1:59

    País

    Um incêndio destruiu este domingo a cobertura de um prédio de habitação em Alfragide, no concelho da Amadora. Doze pessoas ficaram desalojadas, mas ninguém ficou ferido. Os bombeiros dominaram o fogo em cerca de uma hora, os moradores queixam-se da falta de eficácia no combate às chamas.

  • Uma volta a Portugal. De bicicleta mas sem licra

    País

    Um grupo de professores propõe-se a repetir o percurso da 1.ª Volta a Portugal em Bicicleta, 90 anos depois. Não se trata de uma corrida, pelo contrário querem provar que qualquer um o pode fazer e promover o uso da bicicleta como meio de transporte pessoal. “Dar a volta” parte para a estrada esta quarta-feira, de Lisboa a Setúbal, tal como em 26 de abril de 1927.

    Ricardo Rosa