sicnot

Perfil

Mundo

Mais de dez mil pessoas continuam deslocadas no Japão devido aos sismos de abril

Mais de dez mil pessoas continuam deslocadas no sudoeste do Japão por causa dos sismos registados na região há um mês, revelou hoje a agência de notícias Kyodo.

© KYODO Kyodo / Reuters

A 14 e 16 de abril, terramotos com magnitudes de 6,5 e 7,5 na escala de Richter abalaram o sudoeste do Japão, deixando 49 mortos e um desparecido. Cerca de vinte mil pessoas foram na altura retiradas dos locais onde viviam e dez mil continuam em refúgios e instalações provisórias, segundo a Kyodo.

Os dois sismos e suas 1400 réplicas provocaram danos materiais em mais de 82 mil edifícios.

O Governo japonês anunciou 778 mil milhões de ienes (cerca de 6.282 milhões de euros) para financiar a reconstrução da região.

Os sismos paralisaram durante vários dias a produção em muitas fábricas, incluindo algumas da Toyota, Honda e Sony.

Os prejuízos no setor agrícola estão estimados em 135.800 milhões de ienes (1,12 milhões de euros), segundo as autoridades locais.

Também 173 escolas estiveram fechadas durante quase um mês e só reabriram esta semana.

Lusa

  • "O PSD não é o bombeiro de serviço desta geringonça"
    1:09

    TSU

    O líder da bancada social-democrata avisa os partidos da esquerda para que tenham o caso da TSU como exemplo e não voltem a usar o PSD como muleta em situações em que não estejam de acordo com o Governo, como pode vir a acontecer com as PPP no setor da saúde. Luís Montenegro foi entrevistado esta manhã na SIC Notícias.

  • Artista que criou poster de Obama quer invadir EUA com símbolos de esperança

    Mundo

    Shepard Fairey - o artista por trás do tão conhecido cartaz vermelho e azul "Hope" de Barack Obama, durante a campanha eleitoral de 2008 nos EUA - produziu uma série de novas imagens a tempo da tomada de posse de Donald Trump, na sexta-feira. Agora, o artista e a sua equipa querem manifestar uma posição política com a campanha "We The People", contra as ideias que o Presidente eleito tem defendido.