sicnot

Perfil

Mundo

Equipas de resgate encontram 16 corpos após deslizamento de terras no Sri Lanka

Equipas de resgate encontraram hoje os corpos de 16 pessoas que ficaram soterradas em deslizamentos de terras no Sri Lanka, após três dias de chuvas torrenciais.

Quase 350 mil pessoas foram atingidas pelas cheias no Sri Lanka e 200 mil estão em centros de abrigo.

Quase 350 mil pessoas foram atingidas pelas cheias no Sri Lanka e 200 mil estão em centros de abrigo.

© Dinuka Liyanawatte / Reuters

Os deslizamentos atingiram duas pequenas vilas em Kegalle, uma zona montanhosa a nordeste de Colombo, elevando o número de mortos devido a cheias e deslizamentos para 35.

O Governo do Sri Lanka destacou tropas para retirar a população que vive em encostas ou zonas atingidas por inundações. A Marinha e a Força Aérea também foram chamadas para ajudar com as operações.

O porta-voz do Centro para a Gestão de Desastres, Pradeep Kodippili, rejeitou a informação da Cruz Vermelha de que centenas de pessoas estavam desaparecidas, dizendo que a maioria tinha sido identificada e que não se esperava um aumento significativo do número de mortos.

"Além dos mortos em Kegalle, registámos 19 mortes relacionadas com fenómenos meteorológicos [nos últimos dias]", declarou.

Quase 350 mil pessoas foram atingidas pelas cheias no Sri Lanka e 200 mil estão em centros de abrigo.

Lusa

  • Fuga de Vale de Judeus em junho de 1975 no Perdidos e Achados
    0:36

    Perdidos e Achados

    Prisão Vale de Judeus, final de tarde de domingo, dia 29 de junho de 1975. O plano da fuga terá sido desenhado por uma vintena de homens. Serrada a presiana metálica era preciso passar, para fora do edifício, as cabeceiras dos beliches onde os presos dormiam. Ao longo de cerca de uma hora 89 detidos, agentes da PIDE/DGS, a Polícia Internacional e de Defesa do Estado português extinta depois da revolução de 1974, fogem do estabelecimento prisional.

    Segunda-feira no Jornal da Noite