sicnot

Perfil

Mundo

Aliado de Presidente Erdogan é candidato único a primeiro-ministro da Turquia

O partido no poder na Turquia nomeou hoje um aliado do Presidente Recep Tayyip Erdogan como candidato único a primeiro-ministro.

© Umit Bektas / Reuters

Um porta-voz do Partido da Justiça e Desenvolvimento (AKP), Omer Celik, anunciou a nomeação do ministro dos Transportes, Binali Yildirim, como líder da formação, o que implica que se torne automaticamente primeiro-ministro.

Minutos depois do anúncio, num discurso que pronunciava em Istambul, Yildirim prometeu trabalhar em "total harmonia" com Erdogan.

"Vamos trabalhar em total harmonia com todos os nossos camaradas do partido a todos os níveis, começando pelo nosso presidente e líder fundador", disse Yildirim, referindo-se a Erdogan.

Binali Yildirim, 60 anos, será o candidato único no congresso do AKP previsto para domingo, convocado após a demissão do líder e primeiro-ministro Ahmet Davutoglu.

A comissão executiva do AKP aprovou a nomeação de Yildirim com 80 por cento dos votos, segundo a televisão CNN Turk.

Lusa

  • Autarca garante que não houve "touros de fogo"

    País

    O presidente da Câmara de Benavente disse esta segunda-feira à Lusa que a atividade "touros de fogo" foi retirada do programa da Festa da Amizade depois de recebido um parecer desfavorável da Direção-Geral de Veterinária.

  • Presidente do Brasil formalmente acusado de corrupção

    Mundo

    O Procurador-Geral da República do Brasil apresentou na noite de segunda-feira ao Supremo Tribunal Federal uma denúncia contra o Presidente Michel Temer e o ex-deputado Rodrigo Rocha Loures (PMDB-PR) pelo crime de corrupção passiva.

  • Reconquista de Mossul ao Daesh pode estar para breve
    1:27
  • Homem fala ao telefone com o filho que pensava estar morto

    Mundo

    Um norte-americano que tinha estado presente no funeral do filho recebeu, 11 dias depois, uma chamada telefónica de um homem que o pôs em contacto... com o filho que havia enterrado semana e meia antes. Tudo por causa de um erro do gabinete de medicina legal.