sicnot

Perfil

Mundo

EUA recusam proposta russa de bombardeamentos conjuntos na Síria

O Pentágono recusou hoje a proposta russa para bombardeamentos conjuntos contra grupos jihadistas na Síria, afirmando que os Estados Unidos "não colaboram" militarmente com a Rússia.

(Reuters/Arquivo)

(Reuters/Arquivo)

© Stringer . / Reuters

"Não colaboramos e não nos coordenamos com os russos" nas operações militares na Síria, afirmou um porta-voz do Pentágono, o capitão-de-mar-e-guerra Jeff Davis.

O porta-voz explicou que os dois países têm objetivos diferentes nas respetivas operações militares em território sírio.

"As operações russas visam favorecer e apoiar o regime de Bashar al-Assad e nós estamos unicamente concentrados na derrota do Daesh", disse.

Davis disse ainda que não houve, até ao momento, qualquer proposta formal da Rússia sobre tais ataques conjuntos: "Vi as mesmas notícias que vocês, não nos foi apresentado nada de formal", disse.

O ministro da Defesa russo, Serguei Shoigu, afirmou hoje ter proposto aos Estados Unidos bombardeamentos conjuntos russos e norte-americanos contra grupos jihadistas na Síria a partir de 25 de maio, na próxima semana.

Shoigu precisou tratar-se de atacar a Frente al-Nosra, ramo sírio da Al-Qaida, e outros grupos armados ilegais que não apoiam a trégua na Síria.

A Rússia e os Estados Unidos, que copresidem ao Grupo Internacional de Apoio à Síria (International Syria Support Group, ISSG), afirmaram no princípio de maio a intenção de "redobrar esforços" para estender o cessar-fogo a todo o território sírio e alcançar uma solução política para o conflito.

A trégua, instaurada a 27 de fevereiro para facilitar negociações de paz, não abrange os grupos jihadistas.

Com Lusa

  • GNR só teve acesso às imagens das agressões em Alcochete 12 horas depois
    1:42

    Crise no Sporting

    A GNR não pôde visionar as imagens de videovigilância da Academia de Alcochete logo que chegou ao local. O sistema estava inoperacional, o que fez com que as imagens só fossem entregues quase 12 horas depois do ataque à equipa do Sporting. Entre as provas recolhidas, estão também impressões digitais e vestígios de sangue encontrados na zona do balneário.

  • Juiz considera que agressões em Alcochete foram "ato terrorista"
    1:59

    Crise no Sporting

    O juiz que decretou a prisão preventiva dos 23 detidos pelo ataque à Academia do Sporting considera que se tratou de um ato terrorista. Diz mesmo que os agressores tiveram um comportamento chocante e que perverte o espírito desportivo. Sete dos 23 detidos já foram condenados por outros crimes, mas não chegaram a pena de prisão.

  • Gonçalo Guedes: o menino franzino que jogava mais que os outros em Benavente
    8:47
  • A promessa que João Mário vai ter de cumprir se Portugal for campeão
    1:36
  • Aprovadas mudanças no acesso ao ensino superior

    País

    O Governo aprovou esta quinta-feira o decreto-lei que estabelece o currículo dos ensinos básico e secundário, bem como os princípios orientadores da avaliação, voltando a nota de Educação Física a contar para a média de acesso ao ensino superior. No caso dos alunos do ensino profissional, são eliminados requisitos considerados discriminatórios no acesso ao ensino superior.

  • Universidade de Coimbra não retira Honoris Causa a Lula
    3:30
  • Estudo acaba com teorias da conspiração sobre a morte de Hitler

    Mundo

    Existem algumas versões sobre o desaparecimento do ditador nazi, Adolf Hitler. Há quem diga que viajou para um país da América do Sul, outros acreditam que está escondido na Antártida e há até quem vá mais longe e acredita que estaria na Lua. Mas, teorias da conspiração à parte, a história oficial diz que Hitler suicidou-se num bunker, em Berlim, Alemanha.

    SIC