sicnot

Perfil

Mundo

Encontrados na Antártida vestígios da maior e mais antiga ave de que há registo

Investigadores descobriram nas proximidades da base argentina de Marambio, na Antártida, vestígios de uma ave do período Eoceno (compreendido entre 56 e 34 milhões de anos) que dizem ser a maior e mais antiga conhecida.

A descoberta teve lugar próximo da base da Força Aérea argentina em Marambio, na Antártida.

A descoberta teve lugar próximo da base da Força Aérea argentina em Marambio, na Antártida.

© Enrique Marcarian / Reuters

"Trata-se de uma ave com mais de seis metros de envergadura, a maior e mais antiga de que há registo até agora", informaram fontes oficiais do país sul-americano em comunicado.

A ave identificada como um pelagornítido foi descoberta por especialistas do Instituto Antártico Argentino (IAA), Universidade Nacional de La Plata (UNLP), Museu de Historia Natural (MHN) da Província de La Pampa e da Fundação de História Natural Félix de Azara.

As autoridades argentinas destacaram que a descoberta de um úmero incompleto durante a campanha antártica de 2014 permitiu um avanço "considerável" no conhecimento da diversidade e evolução deste grupo de aves, extinto há três milhões de anos.

Segundo o estudo, estas aves chegaram a distribuir-se por todo o mundo pouco tempo depois da extinção dos dinossauros. As suas asas permitiam-lhes atravessar grandes distâncias sobre os oceanos e apesar da sua envergadura, esta espécie seria bastante leve, pesando entre 30 e 35 quilos, o que segundo o paleontólogo Marcos Cenizo descreveu como "quase uma pluma".

Lusa

  • Prisão preventiva para homicida de Barcelos
    1:43

    País

    O alegado homicida de Barcelos vai ficar em prisão preventiva, por quatro crimes de homicídio. Adelino Briote foi ouvido este sábado de manhã no Tribunal de Braga, depois de na sexta-feira ter alegadamente degolado quatro pessoas na freguesia de Tamel, em Barcelos.

  • Homem suspeito de matar a mulher em Esmoriz

    País

    Um homem é suspeito de ter esfaqueado este sábado mortalmente a mulher em Esmoriz, concelho de Ovar, num contexto de violência doméstica, disse à agência Lusa fonte da Guarda Nacional Republicana (GNR).

  • Morte de portuguesa no Luxemburgo afinal não aconteceu

    País

    A morte de uma portuguesa em Bettembourg, no sul do Luxemburgo, não terá acontecido. O Jornal do Luxemburgo avançou, esta manhã, que a emigrante portuguesa tinha sido baleada mortamente pelo filho, uma informação entretanto desmentida por outro jornal online. Segundo o Bom Dia Luxemburgo, o que aconteceu foi afinal uma rusga policial.

  • Estamos quase na hora de verão

    País

    Esta madrugada muda a hora. Quando for 1h00, os relógios adiantam para as 2h00. Será uma noite com menos tempo de sono, mas os dias vão ficar mais longos com o chamado horário de verão.

  • Hora do Planeta, apagam-se as luzes para despertar consciências
    2:19
  • Milhares nas cerimónias fúnebres de dirigente do Hamas

    Mundo

    Milhares de palestinianos participaram nas cerimónias fúnebres de um dirigente do Hamas, assassinado esta sexta-feira, na Faixa de Gaza. Vários homens armados acompanharam o cortejo fúnebre até à mesquita, onde se fizeram as últimas orações.