sicnot

Perfil

Mundo

Lego faz brinquedos "cada vez mais violentos"

Os brinquedos da Lego estão cada vez mais violentos - uma estratégia dos fabricantes para captar a atenção das crianças, na era digital. É o que sugere um estudo da Nova Zelândia.

Lego

Investigadores da Universidade de Canterbury analisaram catálogos de legos desde 1973 a 2015 e concluíram que os cenários dos brinquedos se tornaram cada vez mais violentos.

As brincadeiras das crianças são casa vez mais brutais, dizem, à medida que cresce a proporção de armas e de cenários de guerra nos brinquedos de lego.

"Os produtos da Lego não são tão inocentes como eram dantes. A violência nos seus produtos parece já não ser só pelo enriquecimento das brincadeiras", sustenta um dos investigadores, Christoph Bartneck.

"Atualmente, cerca de 40% de todos os catálogos da Lego contêm algum tipo de violência - em particular os cenários que envolvem tiroteios e comportamento ameaçador aumentaram ao longo dos anos. A atmosfera de violência é percecionada como excitante", afirma a investigação.

A Lego justifica-se alegando que os seus produtos promovem vários tios de atividades, como a construção, a fantasia e o conflito.

"Tal como noutras brincadeiras, os conflitos fazem parte natural do desenvolvimento de uma criança", declarou o porta-voz, Troy Taylor.

  • Cristas acusa Costa de mentir sobre acordo da concertação social
    3:01

    Economia

    A presidente do CDS acusou esta terça-feira o primeiro-ministro de mentir no debate quinzenal, ao dizer que o acordo da concertação social já estava assinado. Foi o momento mais aceso, com Assunção Cristas a dizer que António Costa não tem condições para chefiar o Governo.

  • Trump prestará juramento com a duas bíblias

    Mundo

    Donald Trump prestará juramento, na próxima sexta-feira, como o 45.º Presidente dos Estados Unidos, usando duas Bíblias - a sua, oferecida pela sua mãe, e a que Abraham Lincoln usou na sua posse, há 150 anos.

  • Medalha idêntica à de Anne Frank encontrada em campo nazi

    Mundo

    Um grupo de investigadores encontrou uma medalha praticamente igual à de Anne Frank, nas escavações ao campo nazi de extermínio Sobibor, na Polónia. Os especialistas do Memorial do Holocausto Yad Vashem em Israel acreditam que a medalha pertencia a Karoline Cohn, que pode ter conhecido Anne Frank.

  • Esta foto pode salvar a sua vida

    Mundo

    Podemos até estar familiarizados com os sinais do cancro da mama, mas quando se trata de identificar sintomas visuais nos nossos próprios seios, já não é tão fácil. Por isto, uma designer resolveu mostrar como descobrir sinais através de uma ajuda improvável: limões.

    Rita Ferro Alvim