sicnot

Perfil

Mundo

Peru declara estado de emergência devido a elevados níveis de mercúrio nas águas

O Peru declarou esta segunda-feira o estado de emergência em 11 distritos da região de Madre de Dios (sudeste), na Amazónia, após ter detetado níveis anormalmente elevados de mercúrio nas águas, ligados a numerosas minas ilegais.

© Mariana Bazo / Reuters

Segundo um relatório das autoridades ambientais, nestas zonas foi detetada uma "poluição de mercúrio, com níveis acima do limite permitido, nas águas dos rios, espécies marinhas e na população".

Vários grupos étnicos da região apresentam ainda níveis excessivos de mercúrio no organismo, "o que traz problemas de saúde sérios, crónicos e complexos, particularmente nas crianças e nas grávidas", explica o relatório.

Estes níveis são consequência de "práticas inadequadas pela atividade mineira clandestina, durante a extração de ouro".

A poluição afeta também os peixes, nomeadamente o Mota Punteada (Calophysus macropterus), um peixe-gato popular junto das populações locais. "Não é recomendado o consumo desta espécie", declarou à imprensa estrangeira o ministro do Ambiente, Manuel Pulgar-Vidal.

"Vamos viver os próximos 80 anos com as consequências da atividade mineira na região de Madre de Dios, e devemos combatê-lo pela raiz", fechando as minas ilegais, acrescentou.

O ministro precisou que o estado de urgência permitirá pôr em prática "ações no domínio da saúde, dos hospitais de campanha", mas também "fazer chegar alimentos como peixes não poluídos" às populações afetadas.

Lusa

  • Mação volta a enfrentar dias de pânico
    3:33
  • Fogo obrigou à evacuação de 6 aldeias do concelho do Sardoal
    1:56

    País

    O incêndio que chegou ao Sardoal obrigou à evacuação de seis aldeias. As pessoas foram encaminhadas para as instalações da Santa Casa da Misericórdia e vão regressando ao longo do dia de hoje. A A23 foi reaberta de madrugada, depois de ter estado várias horas cortada nos dois sentidos .

  • Ministra admite que a maioria dos incêndios começaram por mão humana
    1:57

    País

    A Ministra da Administração Interna admitiu esta quarta-feira que a maioria dos incêndios deste ano começaram por mão humana, mas Constança Urbano de Sousa entende que é cedo para tirar outras conclusões. Já o vice-presidente da Liga dos Bombeiros Portugueses, Adelino Gomes, diz que não há duvidas e fala em terrorismo organizado. 

  • Sismo na região de Lisboa sentido num raio de 150km
    3:19