sicnot

Perfil

Mundo

Manifestantes belgas dispersados com canhões de água

A polícia belga disparou hoje canhões de água sobre manifestantes na sequência de confrontos com a polícia, no final de uma marcha sindical contra o aumento do horário laboral no país, de acordo com a imprensa local.

© Eric Vidal / Reuters

As autoridades dispersaram um grupo de uma centena de pessoas que, de cara tapada, se envolveu em confrontos com a polícia, de que resultaram dois agentes e alguns manifestantes feridos sem gravidade.

Os confrontos ocorreram no final de uma marcha que, segundo a polícia federal juntou 37.500 pessoas, segundo os sindicatos 50.000 e segundo a polícia local 60.000, em protesto contra medidas de austeridade do governo de Charles Michel -- especialmente a proposta de aumento do horário de trabalho para as 45 horas semanais, a chamada lei Peeters.

A manifestação partiu pelas 11:30 (10:30 de Lisboa) da Gare do Nord, na direção da do Midi, onde ocorreram os distúrbios.

Segundo dados dos sindicatos, a manifestação de hoje contou com metade da adesão da de outubro de 2015, em que participaram 100 mil pessoas.


Lusa

  • Tiroteio na Florida foi o 18.º registado em meio escolar nos EUA desde janeiro
    1:25
  • Primeiro-ministro entrega veículos elétricos à Administração Pública
    1:46

    País

    O primeiro-ministro entregou esta terça-feira os primeiros 55 carros elétricos, de um total de 170, que vão ficar ao serviço de vários organismos da Administração Pública. António Costa e quatro ministros saíram da cerimónia, no Terminal de Cruzeiros em Lisboa, já ao volante das novas viaturas.

  • Quem é Elon Musk?
    9:42