sicnot

Perfil

Mundo

Sete militares ucranianos morrem em confrontos nas regiões pró-russas do Leste

Sete militares ucranianos morreram em confrontos nas regiões rebeldes pró-russas no Leste do país nas últimas 24 horas, o maior número de baixas no exército ucraniano num só dia no último ano.

"Só nas últimas 24 horas, sete militares morreram e nove outros ficaram feridos em operações armadas na zona do Donbas [regiões de Donetsk e Lugansk, autoproclamadas independentes pelos seus líderes pró-russos)", informou o chefe do Conselho Nacional Ucraniano de Segurança e Defesa, Alexándr Turchínov.

Na opinião de Turchínov, "a responsabilidade por esta provocação cabe à liderança político-militar da Rússia, que sistematicamente torpedeia qualquer via pacífica para resolver o conflito e libertar os territórios ocupados".

O mesmo responsável advertiu que a Rússia está a preparar a reativação da atividade militar na região, com a concentração de forças ao longo da linha de demarcação e em violação dos acordos de paz de Minsk.

Segundo os últimos dados das Nações Unidas (ONU), mais de nove mil pessoas, entre combatentes e civis, foram mortas no Leste da Ucrânia nos pouco mais de dois anos desde o início do conflito.

  • "Não podemos fazer de Lisboa uma cidade para turistas"
    2:44

    Opinião

    Miguel Sousa Tavares analisou esta segunda-feira, no Jornal da Noite da SIC, o mandato de Fernando Medina na Câmara de Lisboa. O comentador da SIC defendeu que o autarca tem "muitos problemas por resolver" e que a Câmara tem investido "mais na recuperação de zonas em que os lisboetas praticamente não conseguem ir". Sousa Tavares disse ainda que Lisboa não pode ser uma cidade para turistas.

    Miguel Sousa Tavares

  • "Putin é uma ameaça maior do que o Daesh"
    0:24

    Mundo

    O senador norte-americano John McCain atacou Vladimir Putin dizendo que é uma ameaça maior do que o Daesh. O antigo candidato à Casa Branca acusa a Rússia de querer destruir a democracia ao tentar manipular o resultado das presidenciais dos Estados Unidos.

  • "É muito importante ceder à tentação de se abolir a liberdade"
    1:06