sicnot

Perfil

Mundo

Secretário-geral da ONU apela ao diálogo com a Coreia do Norte

O secretário-geral da ONU apelou hoje à retoma das negociações com a Coreia do Norte, durante uma visita à Coreia do Sul que tem levantado dúvidas sobre as suas ambições presidenciais no país.

Ban Ki-moon, secretário geral da ONU.

Ban Ki-moon, secretário geral da ONU.

© Denis Balibouse / Reuters

"Temos de encontrar o caminho para o diálogo", disse Ban Ki-moon, durante um fórum de segurança na ilha de Jeju.

A tensão entre as Coreias tem vindo a crescer desde que Pyongyang realizou o seu quarto teste nuclear em janeiro.

Nas últimas semanas, o Norte fez várias propostas para diálogo militar, mas o Sul rejeitou as ofertas, considerando que não são sinceras.

A atual administração da Coreia do Sul tem sido firme na posição de que negociações só podem ocorrer se o Norte se comprometer com uma desnuclearização.

"O aumento das tensões na península coreana pode lançar uma sombra em todo nordeste da Ásia e mais além", alertou Ban.

"Acolho com agrado todos os esforços para avançarmos. E estou pessoalmente pronto para contribuir de qualquer forma que seja útil", disse.

Em declarações aos jornalistas em Jeju, Ban disse que a "janela para o diálogo de alto nível" foi deixada aberta.

"Sou o único que tem mantido um canal de diálogo com Pyongyang", acrescentou.

Uma visita da Coreia do Norte daria a Ban Ki-moon uma plataforma de grande visibilidade, caso decida participar na corrida à Casa Azul, para as presidenciais sul-coreanas em 2017, depois de terminar o seu mandato na ONU, este ano.

Ban Ki-moon não confirmou a intenção de concorrer, mas ofereceu, na quarta-feira, o que foi entendido como uma pista nesse sentido, ao dizer que vai refletir o que deve fazer "como cidadão sul-coreano" após deixar a ONU.

Lusa

  • O percurso dos rendimentos de Ronaldo
    3:43

    Desporto

    O Ministério das Finanças espanhol abriu uma investigação a Cristiano Ronaldo, por eventuais irregularides na declaração dos rendimentos da publicidade. A Gestifute, empresa do agente do avançado do Real Madrid, garante que Ronaldo tem os impostos em dia. A investigação aos documentos extraídos da plataforma informática Football Leaks, liderada pela revista alemã Der Spiegel, e da qual faz parte o jornal Expresso, conseguiu traçar o percurso dos rendimentos do melhor jogador do mundo.

  • Fábio Coentrão investigado por suspeita de delitos fiscais
    3:37

    Desporto

    O Ministério Público de Madrid acusou o defesa português Ricardo Carvalho de evasão fiscal e está a investigar Fábio Coentrão por eventuais delitos fiscais. Além dos dois portugueses a justiça acusou ainda o espanhol Xabi Alonso, o argentino Ángel Di María e investiga o colombiano Falcão. As investigações surgem depois da revelação do caso Football Leaks, investigada pelo Expresso e pelo consórcio europeu de jornalistas que tiveram acesso a milhões de documentos.

  • Votações sobre o mapa judiciário geram tensão no Parlamento
    2:01

    País

    O momento das votações no Parlamento ficou marcado por alguma tensão. Depois de aprovadas, em comissão, as alterações ao mapa judiciário, o PSD opôs-se a que o diploma fosse votado em plenário, uma vez que não fazia parte da versão inicial do guião de votações. A esquerda acusou os sociais-democratas de terem motivações estritamente políticas e não regimentais.

  • Uma alternativa aos serviços de enfermagem ao domicílio
    7:34
  • As primeiras palavras de um dos sobreviventes da Chapecoense
    0:29
  • Familiares de vítimas procuram destroços do MH370
    1:48

    Voo MH370

    Um grupo de familiares das vítimas do avião das linhas aéreas da Malásia, desaparecido em 2014, procuram destroços do aparelho em Madagáscar. As autoridades malaias estudam a posssibilidade de uma nova operação de buscas.

  • Primeiro-ministro em lágrimas ao reencontrar refugiado que recebeu no Canadá em 2015

    Mundo

    Justin Trudeau desfez-se em lágrimas no reencontro com um refugiado sírio, que ele recebeu no Canadá em 2015. No ano passado, Trudeau recebeu pessoalmente os refugiados no aeroporto, onde foi visto a entregar casacos de inverno aos migrantes. Esta segunda-feira, o primeiro-ministro conheceu algumas das famílias que se estabeleceram no país, numa reunião filmada pela emissora canadiana CBC.