sicnot

Perfil

Mundo

Obama presta homenagem às vítimas da bomba atómica em Hiroshima

Obama presta homenagem às vítimas da bomba atómica em Hiroshima

Foi um dia histórico em Hiroshima. Pela primeira vez, um presidente em exercício dos Estados Unidos visitou a cidade onde foi largada a primeira bomba atómica. Barack Obama não pediu desculpa pelo bombardeamento no final da Segunda Guerra Mundial mas homenageou as 140 mil vítimas e cumprimentou sobreviventes.

  • Barack Obama é o primeiro Presidente dos EUA a visitar Hiroshima
    2:34

    Mundo

    O Presidente dos Estados Unidos esteve, esta manhã, em Hiroshima. Barack Obama é o primeiro chefe de estado norte-americano a visitar a cidade enquanto ainda ocupa o cargo. Obama não pediu desculpa ao Japão pelo uso da bomba atómica mas lembrou os horrores das guerras e prestou homenagem às mais de 140 mil pessoas que ali morreram em agosto de 1945.

  • Protestos a favor e contra a visita de Obama a Hiroshima
    1:00

    Mundo

    Barack Obama faz hoje uma visita histórica a Hiroxima, no Japão. É o primeiro presidente dos EUA em exercício a visitar a cidade depois do lançamento da bomba atómica. A visita serve para honrar os que perderam a vida na II Guerra Mundial e está a ser alvo de protestos, a favor e contra.

  • "O que é isto, mamã?"
    36:23
  • O ensino à distância em Portugal
    4:12

    País

    Em Portugal, o ensino básico e secundário à distância já conta com 300 alunos e com a preciosa ajuda das novas tecnologias. É através do computador que a escola viaja e acompanha os alunos, alguns com doenças que não os permitem ir às aulas, outros que são atletas de alta competição e que têm a maior parte do tempo ocupado por treinos ou ainda os que fazem parte de famílias itenerantes, como é o caso dos que vivem no circo e andam de terra em terra.

  • Aprender a jogar badminton ao ritmo do samba
    2:54

    Mundo

    No Brasil, a correspondente da SIC foi conhecer um projeto social no Rio de Janeiro que mistura samba e desporto. Um desporto que ainda é pouco praticado mas que tem sido fundamental para transformar a vida de jovens das favelas e para descobrir novos talentos do badminton brasileiro.

    Correspondente SIC