sicnot

Perfil

Mundo

Autoridades mexicanas libertam futebolista Alan Pulido após rapto

As autoridades mexicanas anunciaram hoje a libertação do jogador de futebol Alan Pulido, horas depois de ter sido raptado a norte de Ciudade Victoria, em Tamaulipas, um dos estados mais violentos do México. O avançado do Olympiacos está são e salvo.

© Henry Romero / Reuters

Em comunicado, as forças de segurança adiantam que a operação de salvamento decorreu pouco depois da meia-noite (hora local).

O jogador tinha desaparecido a norte de Ciudad Victoria, sua terra natal, no regresso de uma festa. De acordo com a imprensa local, Pulido estava no carro com a namorada, quando foram cercados por vários camiões. Seis encapuzados levaram o futebolista à força, deixando a mulher no carro.

Com 25 anos de idade, Alan Pulido foi opção algumas vezes para o técnico português do Olympiacos, Marco Silva, marcando seis golos em 15 jogos disputados.

Pulido é um dos avançados mexicanos com maior progressão nos últimos anos e que nos derradeiros meses esteve no centro de polémica com o seu antigo clube, o Tigres de León, campeão do país.

Última atualização às 9:00

  • Congresso do PS começa hoje na Batalha

    País

    O 22.º Congresso do PS começa hoje, na Batalha, distrito de Leiria, e durante o qual o secretário-geral, António Costa, deverá defender uma linha de continuidade estratégica, procurando, em simultâneo, projetar desafios estruturais que se colocam ao país.

  • Gonçalo Guedes: o menino franzino que jogava mais que os outros em Benavente
    8:47
  • Juiz impede acesso a informações bancárias e e-mails de António Mexia
    1:50

    País

    No inquérito crime que investiga a EDP, continua um braço de ferro entre o Ministério Público e o juiz de instrução. O magistrado voltou a negar o acesso a informações bancárias e a e-mails de António Mexia, que constavam dos processos da Operação Marquês e do universo Espírito Santo.

  • Universidade de Coimbra não retira Honoris Causa a Lula
    3:30
  • Estudo acaba com teorias da conspiração sobre a morte de Hitler

    Mundo

    Existem algumas versões sobre o desaparecimento do ditador nazi, Adolf Hitler. Há quem diga que viajou para um país da América do Sul, outros acreditam que está escondido na Antártida e há até quem vá mais longe e acredita que estaria na Lua. Mas, teorias da conspiração à parte, a história oficial diz que Hitler suicidou-se num bunker, em Berlim, Alemanha.

    SIC