sicnot

Perfil

Mundo

Famílias muçulmanas não devem usar contraceção, defende Presidente turco

O Presidente da Turquia, Recep Tayyip Erdogan, defendeu hoje que as famílias muçulmanas não devem recorrer à contraceção e ao planeamento familiar, apelando às mães para fazerem aumentar o número de turcos.

reuters

"Digo-o claramente (...) Vamos aumentar a nossa descendência", declarou Erdogan num discurso em Istambul.

"Falam-nos de contraceção, de planeamento familiar. Nenhuma família muçulmana pode ter uma tal mentalidade", adiantou.

O chefe de Estado turco apelou para que se siga o caminho do que "diz (...) Deus", do que "diz o (...) querido profeta". "Neste contexto, o primeiro dever pertence às mães", disse ainda.

Não é a primeira vez que o presidente turco aborda a questão, tendo já defendido que as mulheres deviam ter pelo menos três filhos e comparado a contraceção a "uma traição".

Com quatro filhos, duas raparigas e dois rapazes, Erdogan já apresentou propostas para limitar o direito ao aborto e à pílula do dia seguinte.

A população turca tem registado um crescimento exponencial nos últimos anos e o país tem atualmente cerca de 79 milhões de habitantes.

  • Novo dia de protestos contra expropriações na ilha do Farol
    2:30

    País

    A sociedade Polis Ria Formosa concluiu a tomada de posse das construções identificadas como ilegais na ilha do Farol, na Ria Formosa, em Faro. No segundo dia da operação, sob fortes protestos da população, os técnicos da Polis, escoltados pela Polícia Marítima, expropriaram hoje mais 18 construções.

  • Cunhado do Rei de Espanha em liberdade sem caução

    Mundo

    Inaki Urdangarin vai mesmo aguardar o desenrolar do recurso em liberdade na Suíça, onde o marido da Infanta Cristina tem residência oficial e onde terá de se apresentar às autoridades uma vez por mês, para além de estar obrigado a comunicar qualquer deslocação fora da Europa. De fora fica ainda o pagamento da caução de 200 mil euros pedida pelo Ministério Público espanhol.

  • Zeca Afonso morreu há 30 anos
    1:11
  • Compensa comprar a granel?
    8:39
  • "Isto é uma mentira e tem carimbo de Estado"
    2:12

    Opinião

    O preço das botijas de gás em Portugal duplicou nos últimos 15 anos. José Gomes Ferreira esteve no Jornal da Noite, da SIC, onde explicou este aumento, lembrando que a classe política prometeu que se houvesse mais empresas a operar no mercado, os preços desciam. Contudo, José Gomes Ferreira diz que "isto é uma mentira e tem carimbo de Estado". O Diretor-Adjunto de Informação SIC explicou que como o mercado é livre, os operadores vendem aos preços mais altos que podem, deste modo os preços não variam muito entre uns e outros.

    José Gomes Ferreira