sicnot

Perfil

Mundo

Nível das águas do rio Sena continua lentamente a baixar

O nível das águas do rio Sena na zona de Paris continua a baixar, de forma muito lenta e progressiva, depois de alcançar o pico na noite de sexta-feira para sábado, informou hoje o serviço de prevenção francês, Vigicrues.

© Christian Hartmann / Reuters

Às 09:00 locais (07:00 TMG), a estação de medição de Austerlitz, no coração da capital francesa, registava uma altura de 5,76 metros no nível do Sena, depois do pico de 6,09 metros na noite anterior, a maior desde 1982.

Nos departamentos de Eure e Seine-Maritime, perto da foz do rio, onde se tinha declarado o alerta laranja.

Um total de 17 departamentos permaneciam com alerta laranja hoje de manhã, entre os quais Paris.

Segundo o Vigicrues, hoje haverá tempestades principalmente na faixa Este do país e tanto no Sena como no rio Cher, a possibilidade de inundações é inferior.

Apesar de tudo, o serviço de prevenção assinala que as chuvas dos próximos dias não deverão ter grande impacto na possibilidade de novas inundações.

Lusa

  • "A vitória de Bruno de Carvalho pode ser uma vitória de Pirro"
    1:01
    O Dia Seguinte

    O Dia Seguinte

    2ªFEIRA 21:50

    As eleições para a presidência do Sporting realizam-se no próximo sábado e os comentadores d'O Dia Seguinte avaliaram já as hipóteses de vitória dos candidatos. Rui Gomes da Silva considera que a gravação que implicava José Maria Ricciardi não vai influenciar a decisão de voto. Já Paulo Farinha Alves acredita que Bruno de Carvalho vai vencer a eleição. Contudo José Guilherme Aguiar avisa as eleições podem não trazer estabilidade ao Sporting.

  • SIC revela relatório que provava falência do GES
    2:06
  • Sócrates acusa Cavaco de conspiração
    0:57
  • Vulcão Etna em erupção
    1:34
  • "Geringonça" elogiada na Europa e EUA
    4:22
  • Como a maioria de Esquerda gere as votações
    2:15

    País

    A gestão entre os partidos é feita diariamente mas nem sempre PCP e Bloco de Esquerda têm votado ao lado do Governo. A SIC ouviu um politólogo, que diz que o objetivo é cada um salientar as diferenças que os separam do PS. No entanto, também há exemplos que provam que nenhum dos partidos quer pôr em causa a estabilidade política.