sicnot

Perfil

Mundo

Candidata dos "indignados" lidera corrida à câmara de Roma

As eleições municipais de domingo em várias regiões de Itália terminaram sem um vencedor claro nas principais cidades do país, mas com o Movimento Cinco Estrelas (M5S) mais perto de Roma, onde cresce a ultradireita.

reuters

Virginia Raggi, candidata pelo Movimento Cinco Estrelas (M5S), lidera a primeira volta das eleições municipais em Roma, num revés para o partido do primeiro-ministro, Matteo Renzi (Partido Democrático ou PD), indicam sondagens citadas pelas agências internacionais.

A advogada de 37 anos terá conquistado entre 34 e 38 por cento dos votos, segundo uma sondagem do Instituto Piepoli citada pela agência de notícias Efe.

Com uma campanha focada no descontentamento com uma série de escândalos de corrupção na capital italiana, a candidata "dos indignados" deverá enfrentar uma segunda volta a 19 de junho.

No segundo lugar na votação de domingo em Roma, segundo a mesma fonte, ficou o candidato do Partido Democrático, Roberto Giachetti (entre 20 e 24 por cento), do centro esquerda, seguido de muito perto pela líder do partido ultraconservador Irmãos de Itália, Giorgia Meloni (entre 16 e 20 por cento).

Roma é considerada como o grande prémio numa batalha pelos assentos municipais em todo o país, numa eleições que são vistas como um teste a Renzi.

Cerca de 13 milhões de italianos foram chamados a votar nas eleições locais de 1.342 municípios, entre os quais 25 capitais de província e sete capitais de região: Roma, Milão, Bolonha, Nápoles, Cagliari, Trieste e Turim.

  • Corpos de portuguesas trasladados segunda-feira 
    1:27
  • Incendiários vão passar o verão com pulseira eletrónica

    País

    Os tribunais vão poder condenar os incendiários a penas de prisão domiciliária, com pulseira eletrónica, durante as épocas de incêndio. A nova lei foi aprovada na semana passada, na Assembleia da República, e aguarda a promulgação do Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa.

  • Estado vai tomar posse de terras abandonadas

    País

    O Governo vai recorrer ao Código Civil para permitir que o Estado tome posse de terras ao abandono. À margem da entrevista ao Expresso, o primeiro-ministro anunciou que o Governo irá acionar o artigo 1345º do Código Civil, que estabelece que as coisas imóveis sem dono conhecido se consideram do património do Estado.

  • "Trump, deixe-me ajudá-lo a escrever o discurso"
    0:47

    Mundo

    Arnold Schwarzenegger diz que Donald Trump tem o dever moral de se opor ao ódio e ao racismo. Num vídeo publicado nas redes sociais, o ator norte-americano e antigo governador da Califórnia encenou o discurso que Donald Trump devia ter. 

  • Hino da SIC tocado pela viola beiroa
    2:22