sicnot

Perfil

Mundo

ONG denuncia crimes contra a humanidade no México cometidos na última década

As forças de segurança mexicanas e o grupo Los Zetas cometeram "crimes contra a humanidade" durante a última década, afirma a organização não-governamental norte-americana Open Society Justice Initiative, num relatório publicado na segunda-feira.

Reuters

No decurso da guerra contra a droga levada a cabo pelo Governo mexicano, entre dezembro de 2006 e o final de 2015, mais de 150 mil pessoas foram "mortas intencionalmente" no México e milhares de pessoas desapareceram, segundo a organização com sede em Nova Iorque.

A Open Society Justice Initiative, que luta contra os abusos em matéria dos direitos humanos, considera ter elementos suficientes para concluir que crimes contra a humanidade foram cometidos tanto "por atores governamentais como por não-governamentais", tais como o cartel Los Zetas.

Estes crimes visaram os mexicanos, mas também "imigrantes da América Central" que atravessam o país e ficam expostos "à violência cruel dos cartéis", precisou o relatório.

"O Governo deve agir imediatamente para reconhecer a gravidade da situação", considera a ONG.

A possibilidade de expor o caso perante o Tribunal Penal Internacional (TPI) é uma opção "se o México continuar sistematicamente a não investigar estes crimes atrozes", referem os autores do relatório.

O Governo do Presidente Enrique Peña Nieto respondeu na segunda-feira em comunicado que "em casos excecionais" onde as forças de segurança foram implicadas em violações de direitos humanos, os responsáveis devem ser julgados e condenados.

Lusa

  • Paulo Macedo pede calma para o bem do banco
    1:45

    Caso CGD

    Paulo Macedo falou pela primeira vez desde que foi eleito o novo Presidente da Caixa Geral de Depósitos e, para o bem do banco público, pediu calma a todos. Passos Coelho veio dizer que a recapitalização da Caixa pode ter de ser feita no verão do próximo ano para salvaguardar o défice deste ano. Já António Costa preferiu não comentar as declarações de Passos e diz que o banco público há muito que precisava de ser recapitalizado.

  • Condutores continuam com dúvidas em como circular numa rotunda
    2:06

    País

    Circular nas rotundas continua a ser um problema para muitos condutores. Cerca de 3 mil foram multados nos últimos três anos depois da entrada em vigor do novo código, os números são avançados pela Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária. Os instrutores de condução dizem que a medida provoca mais confusão nas horas de ponta.

  • O que aconteceu à menina síria que relatava a guerra no Twitter?
    1:59
  • Youtuber Miguel Paraiso escreveu uma paródia musical para a Reportagem da SIC "Renegados"
    1:27

    Grande Reportagem SIC

    O youtuber Miguel Paraiso escreveu uma paródia musical para a Grande Reportagem SIC "Renegados". Desde ontem já teve 67 mil visualizações no Facebook. Imagine que ia renovar o cartão de cidadão e diziam-lhe que afinal não é português? Mesmo tendo nascido, crescido, estudado e trabalhado sempre em Portugal? Foi o que aconteceu a inúmeras pessoas que nasceram depois de 1981, quando a lei da nacionalidade foi alterada.«Renegados» é como se sentem estes filhos de uma pátria que os excluiu. Para ver, esta quarta-feira, no Jornal da Noite da SIC.

  • "A nossa guerra não deixou heróis, só vilões e vítimas"
    5:26

    Mundo

    Luaty Beirão é o rosto mais visível de um movimento de contestação ao regime angolano que começou em 2011, ano da Primavera árabe. Mas a par dos 15+2, mediatizados num processo que os condenou por lerem um livro, outros activistas arriscam diariamente a liberdade.