sicnot

Perfil

Mundo

Adolescente paquistanesa queimada viva pela mãe por escolher marido

Uma adolescente paquistanesa foi queimada viva hoje pela mãe depois de ter casado com um homem que tinha escolhido, disse a polícia, sobre o último de uma série dos designados "crimes de honra" no país.

Fotografia de Zeenat Rafiq, de 16 anos, mostrada pelo marido, Hassan Khan.

Fotografia de Zeenat Rafiq, de 16 anos, mostrada pelo marido, Hassan Khan.

K.M. Chaudary / AP

O marido Hassan Khan mostra a certidão de casamento.

O marido Hassan Khan mostra a certidão de casamento.

K.M. Chaudary / AP

Zeenat Rafiq, de 16 anos, foi alegadamente incendiada pela mãe, Perveen Rafiq, na cidade de Lahore (leste) pouco mais de uma semana após o casamento, referiu Haidar Ashraf, um oficial da polícia, à agência France Presse.

Trata-se do terceiro "crime de honra" em três meses.

Na semana passada, Maria Sadagat, de 19 anos, foi torturada e queimada por um grupo de pessoas numa localidade próxima da capital do Paquistão, Islamabad, por recusar uma proposta de casamento.

Outra rapariga, entre os 16 e os 18 anos, foi drogada, estrangulada e queimada às ordens de um conselho de aldeia (jirga) no noroeste do Paquistão, no final de abril, alegadamente por ter ajudado uma amiga a fugir com o seu namorado.

O marido de Zeenat, Hasan, disse a uma televisão local, Geo News, que o casal tinha fugido e que foi contactado depois do casamento pela família da mulher, que lhes prometeu uma festa de casamento e garantiu que ela não seria magoada se regressasse.

Ashraf disse que Perveen e outros membros da família tinham confessado o crime e que a polícia apreendeu querosene no local.

Centenas de mulheres são assassinadas pelos seus familiares todos os anos no Paquistão sob pretexto de que estão a defender a honra da família.

Lusa

  • Tomadas medidas para evitar danos ambientais após acidente na barra da Armona
    1:49

    País

    Quatro tripulantes foram transportados para o hospital com hipotermia, depois de terem caído ao mar. A embarcação onde seguiam, e que faz trabalhos de reposição de areias, virou-se esta manhã, na ilha da Armona, em Olhão. As autoridades vão abrir um inquérito para apurar as causas do acidente e estão a tomar medidas para evitar danos ambientais, visto que a embarcação transportava 12 mil litros de gasóleo.

  • Papa no Chile em ambiente de contestação à Igreja Católica
    3:13

    Mundo

    O Papa pediu hoje perdão pelos crimes de pedofilia cometidos por membros da Igreja Católica no Chile, referindo que sentiu "dor e vergonha" diante do "dano irreparável" causado às crianças vítimas de abuso sexual. Francisco está a cumprir uma deslocação de três dias ao Chile, onde a contestação à visita e à Igreja se faz sentir. O Papa enfrenta um ambiente hostil na sexta viagem à América Latina, devido à denúncia de abusos sexuais na Igreja.

  • Domingos Paciência sai do Belenenses

    Desporto

    Domingos Paciência deixou esta terça-feira o comando técnico do Belenenses. O treinador e a SAD do clube chegaram a acordo para a rescisão amigável do contrato.

    Em atualização

  • Reviravolta na Operação Fizz
    1:09

    País

    O juiz que vai julgar o chamado processo da Operação Fizz decidiu aceitar as denúncias de Orlando Figueira contra o presidente do Banco Atlântico e o advogado Daniel Proença de Carvalho. As acusações do principal arguido contra o banqueiro Carlos Silva e o advogado Proença de Carvalho podem trazer uma reviravolta ao processo.

  • Apoio psicológico fundamental em Vila Nova da Rainha
    2:19
  • Projeto Bairros Sem Cárie levou 300 pessoas do Seixal ao dentista
    3:08

    País

    Portugal tem dos piores indicadores de saúde oral da Europa e ir ao dentista é quase um luxo. Num país assim ganham ainda mais relevância iniciativas como o projeto Bairros Sem Cárie. 300 pessoas de bairros sociais do Seixal tiveram uma consulta de estomatologia gratuita.

  • Homem rompe a garganta ao tentar impedir espirro

    Mundo

    Impedir um espirro apertando o nariz pode causar sérias lesões. Foi o que aconteceu a um homem na Grã-Bretanha que teve de ser hospitalizado porque sofreu uma rutura na garganta ao apertar boca e nariz ao espirrar.