sicnot

Perfil

Mundo

Adolescente paquistanesa queimada viva pela mãe por escolher marido

Uma adolescente paquistanesa foi queimada viva hoje pela mãe depois de ter casado com um homem que tinha escolhido, disse a polícia, sobre o último de uma série dos designados "crimes de honra" no país.

Fotografia de Zeenat Rafiq, de 16 anos, mostrada pelo marido, Hassan Khan.

Fotografia de Zeenat Rafiq, de 16 anos, mostrada pelo marido, Hassan Khan.

K.M. Chaudary / AP

O marido Hassan Khan mostra a certidão de casamento.

O marido Hassan Khan mostra a certidão de casamento.

K.M. Chaudary / AP

Zeenat Rafiq, de 16 anos, foi alegadamente incendiada pela mãe, Perveen Rafiq, na cidade de Lahore (leste) pouco mais de uma semana após o casamento, referiu Haidar Ashraf, um oficial da polícia, à agência France Presse.

Trata-se do terceiro "crime de honra" em três meses.

Na semana passada, Maria Sadagat, de 19 anos, foi torturada e queimada por um grupo de pessoas numa localidade próxima da capital do Paquistão, Islamabad, por recusar uma proposta de casamento.

Outra rapariga, entre os 16 e os 18 anos, foi drogada, estrangulada e queimada às ordens de um conselho de aldeia (jirga) no noroeste do Paquistão, no final de abril, alegadamente por ter ajudado uma amiga a fugir com o seu namorado.

O marido de Zeenat, Hasan, disse a uma televisão local, Geo News, que o casal tinha fugido e que foi contactado depois do casamento pela família da mulher, que lhes prometeu uma festa de casamento e garantiu que ela não seria magoada se regressasse.

Ashraf disse que Perveen e outros membros da família tinham confessado o crime e que a polícia apreendeu querosene no local.

Centenas de mulheres são assassinadas pelos seus familiares todos os anos no Paquistão sob pretexto de que estão a defender a honra da família.

Lusa

  • "Não vou ceder, não vou render-me, não vou desistir da candidatura"
    2:02
  • Obama, Presidente francês?
    1:55

    Mundo

    A resposta é óbvia, mas não demoveu quatro franceses, descontentes com os candidatos às Presidenciais no seu país. A ideia começou como brincadeira, mas já recolheu 43 mil assinaturas. 

  • Trump apanhado a ensaiar no carro
    1:08
  • Mulheres democratas de branco para mostrar que não abdicam dos diretos conquistados

    Mundo

    Uma "mancha branca" sobressaiu esta terça-feira no Congresso norte-americano, durante o primeiro discurso de Donald Trump. A maioria das 66 mulheres representantes e delegadas do Partido Democrata vestiram-se de branco, num ato simbólico a fazer recordar o movimento sufragista feminino, que encorajava as apoiantes a vestirem-se de branco. Tal como então, a cor da pureza foi agora recuperada, desta feita para mostrar a Trump que as mulheres não abdicam dos direitos conquistados no início do século XX.

  • Treinador do "The Biggest Loser" teve ataque cardíaco

    Mundo

    Foi o próprio Bob Harper que partilhou a notícia no seu Instagram. O ex-treinador do famoso programa de televisão sofreu um ataque cardíaco enquanto treinava no ginásio. Esteve oito dias internado mas, felizmente, já está em casa a recuperar.

  • Prisões recebem manual para lidar com fugas
    2:07

    País

    O Governo vai fazer o maior investimento de sempre nos serviços prisionais. São 2.600 milhões de euros para reforçar a segurança nas prisões. Entretanto. já foi distribuído um manual de procedimentos em caso de fuga.