sicnot

Perfil

Mundo

Mais de metade dos refugiados chegados à Alemanha em 2016 não tinha documentos

Cerca de 80% dos refugiados que chegaram à Alemanha entre janeiro e abril deste ano não tinha passaporte, noticiou hoje o diário Bild, com base num relatório da polícia.

reuters

Dos 114.255 refugiados interditos pelas forças de segurança na fronteira, mais de metade - cerca de 91.000 - não tinha documentos, diz o relatório.

Entre janeiro e março, as autoridades registaram 1.306 passaportes falsificados, sendo que 145 eram de sírios.

No entanto, em 2015, o número de documentos falsificados foi quatro vezes maior - 4.973. Pertenciam a cidadãos sírios 834 desses passaportes.

Por outro lado, entre janeiro e abril deste ano, das 4.233 pessoas que entraram em território alemão, havia refugiados que tinham mandado de busca ou outros motivos para a sua detenção ou para evitar a entrada no país.