sicnot

Perfil

Mundo

Rebeldes do delta do Níger rejeitam negociações do Governo da Nigéria

Os Vingadores do Delta do Níger (NDA, na sigla em inglês), grupo rebelde que realizou vários ataques contra instalações petrolíferas desde fevereiro, rejeitaram hoje a oferta de negociações proposta na segunda-feira pelo Governo da Nigéria.

O cessar-fogo entre o regime de Assad e os rebeldes deve começar às 22:00 GMT (mesma hora em Lisboa) de hoje.

O cessar-fogo entre o regime de Assad e os rebeldes deve começar às 22:00 GMT (mesma hora em Lisboa) de hoje.

© Rodi Said / Reuters

"Não estamos envolvidos em qualquer negociação com nenhum comité. Se o Governo federal discute com alguns grupos (rebeldes), eles fazem-no por sua iniciativa", afirmam os NDA, numa mensagem divulgada na sua conta da rede social de mensagens curtas Twitter.

As forças armadas nigerianas destacaram navios e aviões de combate para a região petrolífera do delta do Níger (sul), para encontrar os NDA, que nos últimos meses atacaram instalações das filiais nigerianas de grupos petrolíferos estrangeiros como a Shell, a ENI ou a Chevron, além da empresa estatal NNPC.

Mas, na segunda-feira, o secretário de Estado para os recursos petrolíferos, Emmanuel Ibe Kachikwu, anunciou à imprensa que a operação militar ia ser suspensa durante "uma semana ou duas" para se tentar "o diálogo".

Segundo o governante, os ataques contra as instalações petrolíferas fizeram cair a produção de petróleo para os 1,6 milhões de barris por dia, muito abaixo dos 2,2 milhões previstos no orçamento de 2016.

A quebra fragiliza as finanças da Nigéria, primeiro produtor no continente africano de petróleo, responsável por 70% das receitas do país.

Lusa

  • A SIC foi dar uma volta de bicicleta

    País

    Há 90 anos, cerca de 40 ciclistas partiam do Marquês de Pombal, em Lisboa, para a primeira etapa da 1.ª Volta a Portugal de Bicicleta. Hoje, um grupo de investigadores repete o percurso, até Setúbal, dando início a uma viagem que pretende incentivar o uso da bicicleta como meio de transporte no dia-a-dia. Um jornalista da SIC segue no pelotão e pode acompanhar a viagem em direto no Facebook da SIC Notícias.

    SIC

  • Portugal perde 22 mil empregos por ano por causa da pirataria
    1:52

    País

    Todos os anos, Portugal perde cerca de mil milhões de euros e mais de 22 mil empregos por causa à pirataria. Hoje assinala-se o dia mundial da propriedade intelectual. Uma área que diz respeito a todas as formas de arte e, entre outras, ao jornalismo.

  • Astronauta francês fotografa Portugal para assinalar o 25 de Abril
    1:53