sicnot

Perfil

Mundo

Urso pardo libertado nos Pirenéus para assegurar a continuação da espécie

Um urso pardo foi libertado nas montanhas dos Pirenéus, a norte de Espanha, como parte de um programa para assegurar a sobrevivência da espécie na região, informaram hoje autoridades locais.

© Jim Urquhart / Reuters

O animal, de origem eslovena, que pesa 205 quilos e tem cerca de 10 anos, foi libertado hoje no Parque Natural do Alto Pireneu, o maior na região nordeste da Catalunha, afirmou o governo regional da região, num comunicado.

O urso, chamado Goiat, chegou a Espanha vindo de uma reserva na Eslovénia, que tem uma próspera população destes animais e que tem vindo a ajudar a aumentar a quantidade destes animais na Europa.

Os ursos pardos nativos dos Pirenéus estavam quase extintos nos anos 1990, devido em grande parte à caça, e a primeira tentativa de os reintroduzir ocorreu em 1996-97 quando três ursos, duas fêmeas e um macho, foram deslocados da Eslovénia.

Acredita-se que existem 35 ursos pardos em ambos os lados dos Pirenéus, sendo que a maioria deles são já descendentes de Pyros, que tem 26 anos e que demonstra sinais de velhice.

Os responsáveis pela vida animal no parque queriam introduzir um novo urso macho no domínio de Pyros, em nome da diversidade genética.

Consanguinidade excessiva reduz variações genéticas e, com o tempo, deixa a população animal vulnerável a doenças e deformidades, afirmam especialistas.

O programa para reintroduzir ursos pardos na região tem sido disputado por criadores de animais que afirmam que estes ursos não são bem-vindos e que lhes vão matar o gado.

Estes animais surgiram há cerca de 600.000 anos na China e foram vistos pela primeira vez na Europa há cerca de 250.000 anos. São da mesma espécie que o 'ursus arctos', o grizzly americano.

Lusa

  • A morte das sondagens foi ligeiramente exagerada

    Opinião

    Um atentado sem efeitos eleitorais, sondagens que acertaram em praticamente tudo, inexistência do chamado eleitorado envergonhado. E um candidato que se situa no centro político com fortíssimas hipóteses de vencer a segunda volta. As presidenciais francesas tiveram uma chuva de acontecimentos anormais, mas acabam por ser um choque de normalidade. Pelo menos até agora...

    Ricardo Costa

  • Fuga de Vale de Judeus em junho de 1975 no Perdidos e Achados
    0:36

    Perdidos e Achados

    Prisão Vale de Judeus, final de tarde de domingo, dia 29 de junho de 1975. O plano da fuga terá sido desenhado por uma vintena de homens. Serrada a presiana metálica era preciso passar, para fora do edifício, as cabeceiras dos beliches onde os presos dormiam. Ao longo de cerca de uma hora 89 detidos, agentes da PIDE/DGS, a Polícia Internacional e de Defesa do Estado português extinta depois da revolução de 1974, fogem do estabelecimento prisional.

    Hoje no Jornal da Noite

  • Pj ainda não fez detenções relacionadas com atropelamento de adepto italiano
    1:52

    Desporto

    As autoridades policiais confirmaram à SIC que o atropelamento que fez este sábado uma vítima mortal, junto ao Estádio da Luz, não terá sido acidental. A Policia Judiciária já saberá quem foi o autor do atropelamento. O homem faria parte do grupo de adeptos do Benfica, que se envolveram em confrontos com adeptos do Sporting.