sicnot

Perfil

Mundo

Papa Francisco defende inclusão das pessoas com deficiência e fim dos preconceitos

O Papa Francisco defendeu hoje o valor da diversidade e pediu que as pessoas com incapacidades sejam acolhidas plenamente nas comunidades em que vivem, eliminando os preconceitos, as exclusões e as marginalizações.

© Tony Gentile / Reuters

As pessoas com incapacidades ou deficiências "não só são capazes de viver uma experiência de reunião com Cristo", como também são capazes de contar essa experiência, disse Jorge Bergoglio durante um encontro no Vaticano com participantes num congresso dedicado às pessoas com deficiência.

Organizado pela Conferência Episcopal Italiano, o encontro serviu também para o Papa defender a importância de educar estas pessoas na fé cristão e considerá-las parte ativa da comunidade onde estão.

"No caminho da inclusão destas pessoas com incapacidades ocupa naturalmente um lugar decisivo a sua admissão aos Sacramentos", vincou o chefe da Igreja Católica, citado pela agência espanhola Efe.

Lusa

  • O perfil do homicida de Barcelos
    2:42

    País

    Adelino Gomes Briote já tinha sido condenado por ofensas à integridade física da sogra e de uma filha. Em seis meses esta foi a segunda vez que o homem acusado do quádruplo homicídio em Barcelos esteve perante a justiça.

  • "Um Lugar ao Sol"
    17:05
  • Trump diz que Obamacare vai "colapsar"

    Mundo

    O Presidente norte-americano tentou desvalorizar a derrota política sofrida na sexta-feira no Congresso, ao desistir da revogação da lei de saúde pública do seu antecessor, conhecida como Obamacare, afirmando que esta vai colapsar por si mesma.

  • Milhares nas cerimónias fúnebres de dirigente do Hamas

    Mundo

    Milhares de palestinianos participaram nas cerimónias fúnebres de um dirigente do Hamas, assassinado esta sexta-feira, na Faixa de Gaza. Vários homens armados acompanharam o cortejo fúnebre até à mesquita, onde se fizeram as últimas orações.

  • Guerra na Síria não dá tréguas
    1:51

    Mundo

    Na Síria e ao mesmo tempo que decorrem novas negociações de paz, a guerra não dá tréguas. As imagens mostram o resultados dos últimos raides aéreos nos subúrbios de Damasco. O balanço provisório é de mais de 30 mortos e pelo menos 50 feridos.