sicnot

Perfil

Mundo

Polícia Filipina matou mais de 20 alegados traficantes de droga em duas semanas

A polícia das Filipinas revelou que matou mais de 20 alegados traficantes de droga nas últimas duas semanas em todo o país, encorajada pelo discurso do Presidente eleito, Rodrigo Duterte, noticia hoje a agência AFP.

© Romeo Ranoco / Reuters

Na capital, Manila, polícias armados têm ainda feito operações noturnas, durante as quais têm sido detidas centenas de pessoas e interpeladas crianças sozinhas ou adultos alcoolizados, segundo a AFP.

Rodrigo Duterte ganhou as presidenciais de maio com um discurso securitário e polémico, focado na alegada ameaça de o país estar à beira de se transformar num narco-estado. Entre outras coisas, prometeu que milhares de criminosos serão abatidos.

O Presidente eleito instou as forças de segurança a começarem a agir antes mesmo da sua tomada de posse, agendada para 30 de junho, e prometeu recompensas aos polícias.

Depois da vitória nas eleições, Duterte anunciou que vai instaurar o recolher obrigatório noturno para as crianças e que vai proibir, durante a noite, a venda de álcool e o karaoke, extremamente popular no país.

A polícia de Manila tem demonstrado zelo na aplicação destas diretrizes e centenas de pessoas foram detidas nas últimas semanas.

Os agentes falam mesmo em "operação Rody", acrónimo do 'slogan' "rid the streets of drinkers and youths" ("tirar das ruas bebedores e jovens") e que ao mesmo tempo é o diminutivo por que é tratado Rodrigo Duterte.

O Presidente eleito avisou, por outro lado, os pais culpados "de abandono" de que serão detidos e os filhos entregues a serviços sociais.

Lusa

  • Madonna diz que América nunca desceu tão baixo
    2:12

    Mundo

    No mundo artístico, foram várias as vozes que se levantaram contra Trump, entre elas Madonna. A cantora disse esta quinta-feira em Nova Iorque, a propósito do dia da tomada de posse, que nunca a América desceu tão baixo. Já o ator Matthew McConaughey - que está em Londres - garantiu que não ia perder a cerimónia pela televisão.

  • Artista que criou poster de Obama quer invadir EUA com símbolos de esperança

    Mundo

    Shepard Fairey - o artista por trás do tão conhecido cartaz vermelho e azul "Hope" de Barack Obama, durante a campanha eleitoral de 2008 nos EUA - produziu uma série de novas imagens a tempo da tomada de posse de Donald Trump, na sexta-feira. Agora, o artista e a sua equipa querem manifestar uma posição política com a campanha "We The People", contra as ideias que o Presidente eleito tem defendido.

  • Videoclipe mostra mulheres a fazer tudo o que é proibido na Arábia Saudita
    1:55

    Mundo

    Um grupo de mulheres canta, dança e faz outras coisas proibidas na Arábia Saudita como forma de protesto. O vídeo é uma crítica social à forma como as mulheres islâmicas são tratadas pelos maridos. Na letra constam frases como "Faz com que os homens desapareçam da terra" e "Eles provocam-nos doenças psicológicas". A ideia partiu de um homem, Majed al-Esa e já conta com 5 milhões de visualizações.

    Patrícia Almeida