sicnot

Perfil

Mundo

Paquistanesa ataca com ácido namorado que recusou casar

A polícia paquistanesa anunciou hoje a detenção de uma mulher que alegadamente queimou o namorado com ácido por ele se ter recusado a casar com ela.

(Arquivo)

(Arquivo)

© Khaled Abdullah / Reuters

Momil Mai, casada e mãe de quatro filhos, mantinha há vários anos uma relação amorosa com Saddaqat Ali, de 25 anos, também casado, disse a polícia da cidade de Multan, na província do Punjab.

Mai queria ser a segunda mulher de Ali, acrescentou. A poligamia é legal, mas rara entre os muçulmanos conservadores paquistaneses.

"Na quarta-feira à noite, como era hábito, Ali foi ter com Mai e ela atirou ácido para cima dele, depois de ele se ter recusado, mais uma vez, a casar com ela", disse Bashir Ahmed, polícia local.

Ashiq Malik, responsável do hospital público de Multan onde Ali está a receber tratamento, disse que a vítima ficou queimada em cerca de 60% do corpo. Os médicos estão a lutar para salvar a vida de Ali, afirmou.

A justiça abriu um processo contra Mai, na sequência de uma queixa da família de Ali.

Os ataques com ácido, normalmente contra mulheres, que ficam desfiguradas e muitas vezes cegas, são usados para resolver problemas pessoais ou familiares no Paquistão. Todos os anos são registados centenas de casos, mas é raro uma mulher atacar um homem.

No Punjab, zona rural do sul do Paquistão, é fácil comprar ácido, produto de uso agrícola.

Lusa

  • 950 militares cercam a Rocinha, no Rio de Janeiro
    2:36
  • Terra volta a termer no México

    Mundo

    Um sismo de magnitude 6,2, na escala de Richter, foi registado às 05h30, hora local, 23h30, em Lisboa. Até ao momento não há registo de vítimas ou danos materiais.

  • Franceses em protesto contra reformas de Macron
    1:04

    Mundo

    O Presidente francês volta hoje a ser alvo de manifestações contra a reforma laboral. Os protestos foram organizados por Jean Luc Melenchon, o candidato da extrema-esquerda que concorreu contra Macron.

  • Tony Carreira em Paris com sala cheia
    2:36

    Cultura

    O cantor Tony Carreira actuou ontem em Paris e teve sala cheia a aplaudir os temas que o tornaram conhecido há quase 30 anos. As recentes acusações de plágio não parecem afectar a popularidade do artista, que vai continuar em tournée. A Sic acompanhou o artista neste concerto.