sicnot

Perfil

Mundo

Justiça francesa adia decisão sobre homicídio de Yasser Arafat

A justiça francesa adiou hoje uma decisão sobre o arquivamento do inquérito ao homicídio por envenenamento do dirigente palestiniano Yasser Arafat, aberto depois da morte em 2004.

© Reuters Photographer / Reuter

A câmara de instrução do tribunal de recurso de Versailles, arredores de Paris, adiou a decisão "para 24 de junho ou 08 de julho", disse fonte judiciária.

Convencidos de que a justiça encerrou demasiado depressa o processo, apesar de "ninguém ser capaz de explicar a morte de Yasser Arafat", Francis Szpiner e Renaud Semerdjian, advogados de Suha Arafar, viúva do líder da Organização de Libertação da Palestina (OLP), recorreram da decisão de arquivamento, de setembro de 2015, e pediram a anulação de uma perícia-chave para o inquérito.

Na decisão de arquivamento do processo, os três juízes de Nanterre consideraram "que no final das investigações (...) não foi demonstrado que Yasser Arafat tenha sido assassinado por envenenamento com polónio 210 e não existe qualquer prova suficiente da intervenção de uma terceira parte que teria atentado contra a vida" do dirigente palestiniano, indicou o procurador de Nanterre, que não pronunciou qualquer acusação.

Arafat morreu a 11 de novembro de 2004, no hospital militar Percy de Clamart, perto de Paris, na sequência de uma brusca deterioração do estado de saúde e as causas da morte nunca foram apuradas. O líder da OLP tinha sido hospitalizado, no final de outubro, depois de ter sentido dores abdominais.

Suha recorreu à justiça em agosto de 2012, na sequência da descoberta de polónio 210, substância radioativa altamente tóxica, no corpo do marido.

Os peritos mandatados pelos juízes franceses afastaram, em duas ocasiões, a tese de envenenamento, considerando que a presença no ambiente exterior de um gás radioativo natural, o radão, explicava as fortes quantidades de polónio encontradas na sepultura e no corpo de Arafat.

Peritos suíços contratados pela viúva concluíram que os resultados registados "apoiavam a hipótese de envenenamento" com polónio.

Em investigações complementares, os franceses voltaram a analisar os dados brutos obtidos da análise, em 2004, pelo serviço de proteção radiológica das forças armadas de amostras de urina de Arafat, colhida durante a hospitalização, mas não encontraram polónio 210.

Os advogados questionam a origem misteriosa destes resultados de análises da urina, afirmando que estes elementos não constavam do processo, o que é motivo suficiente para anular a perícia complementar.

Lusa

  • Rússia vence Egito e fica muito perto dos oitavos

    Mundial 2018 / Rússia

    A anfitriã Rússia venceu esta terça-feira o Egito por 3-1, em jogo da 2.ª jornada do grupo A. A seleção russa ficou assim muito perto de garantir o apuramento para os oitavos de final e deixou o Egito quase fora da fase seguinte.

  • O abraço de Marcelo à mascote do Mundial
    0:12
  • Português que saiu de bicicleta de Alenquer já chegou à Rússia
    2:26
  • Senegal surpreende e vence a Polónia por 2-1

    Mundial 2018 / Polónia

    O Senegal venceu hoje a Polónia por 2-1 num jogo a contar para o grupo H do Mundial da Rússia. Na primeira parte, os "leões de Teranga" beneficiaram de um golo na própria baliza marcado por Thiago Cionek aos 37 minutos. A vantagem no marcador veio trazer estabilidade ao Senegal que conseguiu firmar a superioridade com um golo de M´Baye Niang aos 60 minutos. Perto do final do jogo, o polaco Grzeg Krychowiak marcou na baliza de Khadim N'Diaye, mas foi insuficiente para derrotar o Senegal.

  • Japão ganha nova esperança ao derrotar a Colômbia (2-1)

    Mundial 2018 / Colômbia

    No primeiro jogo do grupo H, a Colômbia foi derrotada pelo Japão. Um dos momentos altos do jogo aconteceu logo ao minuto 4 quando, na sequência de uma falta de Carlos Sanchez, o árbitro assinalou um penálti a favor da equipa japonesa. O colombiano levou um cartão vermelho, depois de ter intercetado um remate do Japão com a mão. Apesar da desvantagem numérica, a Colômbia iguala o marcador aos 39 minutos com um livre de Quintero. Contudo, Yuya Osako colocou o Japão novamente em vantagem aos 73 min.

  • Achilles, o gato que adivinha os resultados do Mundial
    0:44

    Desporto

    Depois do polvo Paul no Mundial de 2010 e do elefante Zella no Europeu de 2016, este ano, o gato Achilles é o adivinho dos jogos do Mundial na Rússia. O felino acertou na vitória da Rússia frente à Arábia Saudita e já fez a aposta para a partida entre os russos e o Egipto, que decorre esta terça-feira, a partir das 19:00.

  • Hospitais públicos à beira da rutura
    2:28
  • Repitam comigo: Portugal vai ser campeão do Mundo
    4:56
  • OMS inclui dependência dos videojogos na lista de doenças mentais

    Mundo

    A Organização Mundial de Saúde (OMS) incluiu a dependência de videojogos na lista de doenças mentais, uma possibilidade que tinha sido prevista no início do ano e que foi anunciada esta segunda-feira. Este pode ser mais um argumento para os pais limitarem o tempo de acesso dos filhos às consolas, computadores e todos os dispositivos com videojogos.

    SIC

  • "Estou a ser posta porta fora (...) faço o que vocês me disserem"
    2:43
  • Morreu o orangotango mais velho do mundo

    Mundo

    O orangotango mais velho do mundo morreu aos 62 anos no jardim zoológico de Perth, no norte da Austrália, deixando 54 descendentes, anunciou esta terça-feira a instituição.

  • Milionários aumentam... e as suas fortunas também

    Mundo

    O número de milionários mundiais cresceu em 2017 e o seu nível de riqueza aumentou pelo sexto ano consecutivo, ultrapassando pela primeira vez os 70 biliões de dólares (60,5 biliões de euros), segundo um estudo divulgado esta terça-feira.