sicnot

Perfil

Mundo

Criança atacada por puma e salva pela mãe nos Estados Unidos

Um rapaz de cinco anos foi atacado por um puma no estado norte-americano do Colorado (oeste), tendo a mãe conseguido retirá-lo das garras do animal, informou este sábado a polícia.

© Handout . / Reuters

O rapaz foi ferido no pescoço, cara e cabeça e encontra-se hospitalizado em situação estável, enquanto a mãe ficou ligeiramente ferida nos braços e pernas, indica um comunicado do xerife do condado de Pitkin, adiantando que o animal já foi abatido por um guarda-florestal.

O ataque aconteceu na sexta-feira ao final da tarde, quando a criança brincava com o irmão mais velho no jardim de sua casa, a cerca de 15 quilómetros da cidade de Aspen.

Também designado de leão da montanha ou onça parda, este felino é originário do continente americano e costuma caçar sozinho, ao amanhecer ou ao anoitecer.

Lusa

  • Turistas chegam a esperar 2 horas no controlo de passaporte do Aeroporto de Lisboa
    2:35

    País

    Chegar ao Aeroporto de Lisboa pode ser uma dor de cabeça para centenas de passageiros. A espera para o controlo de passaporte chegou a ultrapassar as duas horas nos meses de fevereiro e março. Manuela Niza, do Sindicato dos Funcionários do Serviços de Estrangeiros e Fronteiras, diz que têm sido contratados inspetores que depois são desviados para outros serviços.

  • Hasta pública de madeira ardida rendeu 2,85 milhões de euros

    País

    Mais de meia centena de lotes de madeira ardida proveniente de matas nacionais e perímetros florestais geridos pelo Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF) foram esta quinta-feira vendidos por 2,85 milhões de euros, numa hasta pública em Viseu.

  • "Dinheiro gasto em contentores dava para construir outro hospital" no Porto
    1:40

    País

    A bastonária dos Enfermeiros pede uma investigação aos contratos de contentores no Hospital de São João, no Porto. Ana Rita Cavaco diz que os "milhares de euros" já gastos na contratação e manutenção dos contentores da Pediatria e outros serviços do centro Hospitalar de São João davam para construir um novo hospital. E levanta ainda a suspeita sobre a empresa contratada.