sicnot

Perfil

Mundo

Encontrados 19 cadáveres de imigrantes etíopes na República Demoratica do Congo

Dezanove cadáveres de imigrantes etíopes foram descobertos pelos serviços de imigração do Alto Katanga, no sudoeste da República Democrática do Congo durante uma ação de controlo, declarou hoje à agência noticiosa francesa AFP um responsável local da Imigração.

© Joseph Okanga / Reuters

"Nós intercetámos na quinta-feira um veículo pesado de matrícula zambiana, a sete quilómetros do posto fronteiriço de Mwenda, e devido ao cheiro nauseabundo mandámos abrir a caixa da carga, onde descobrimos 95 pessoas, das quais 19 mortas por asfixia", precisou Jean-Pierre Lubosha, chefe local da Direção-Geral de Migração (DGM)

Segundo o oficial congolês da imigração, os imigrantes revelaram que o país de destino era a África do Sul, em trânsito para território queniano, à "procura de bem-estar".

Na sequência da ocorrência, o vice-cônsul da Zâmbia, David Nyangulu, em declarações à AFP, felicitou as autoridades congolesas pelo facto de a sua vigilância permitir descobrir aquele "tráfico escandaloso" de seres humanos que envolve três traficantes zambianos.

O responsável da DGM congolesa também se congratulou com o desmantelamento desta rede.

Apesar do êxito alcançado, um acordo de 1968 assinado pelas autoridades congolesas e zambianas impede a Imigração congolesa de controlar veículos zambianos num troço de 70 quilómetros de território congolês que liga as localidades zamabianas de Shembe e Kitwe.

Lusa