sicnot

Perfil

Mundo

Calças de Hitler vendidas por 62 mil euros num leilão na Alemanha

Entre os itens nazis vendidos por milhares de euros num leilão na Alemanha, estão umas calças de couro de Adolf Hitler e um recipiente de bronze para o cianeto, usado por um superior para cometer suicídio.

(AP/ Arquivo)

(AP/ Arquivo)

AP

Os media alemães avançaram que um argentino gastou mais de 600 mil euros no leilão, em Munique.

Com esse dinheiro, o homem comprou as calças de Hitler, assim como um casaco militar, um relógio que pertenciam a Germann Goering - o comandante da Força Aérea Nazi -, entre outras coisas.

De acordo com o jornal diário Bild, as calças foram compradas por 62 mil euros, o casaco por 275 mil euros, o relógio por 42 mil euros, gastando outros milhares de euros em objetos de Goering.

O leilão tinha ainda o recipiente de bronze para cianeto - usado por Goering para cometer suicido no julgamento de Nuremberga em 1946 -, que foi arrematado por 26 mil euros; e os raios-x de Hitler, depois de uma tentativa de assassínio em julho de 1944.

O jornal Bild avançou hoje que os 169 itens, vendidos no leilão, pertenciam ao oficial médico John K. Lattimer, que morreu em 2007.

O argentino - que gastou mais de 600 mil euros no leilão - disse ao Bild que comprou os objetos para expor num museu.

  • Médicos e ministro da Saúde voltam hoje às negociações

    País

    O Ministério da Saúde deverá apresentar uma proposta que poderá ser decisiva para a convocação ou não de uma nova greve. O Sindicato Independente dos Médicos e a Federação Nacional de Médicos tinham anunciado, no dia 11 de agosto, que vão realizar uma greve de dois dias na primeira semana de outubro, se a nova proposta negocial não levar em conta o que reivindicam.

  • PJ de Portimão deteve italiano foragido
    0:55

    País

    A Polícia Judiciária de Portimão deteve em Lagos um homem italiano que aguardava extradição. O antigo piloto de automóveis esteve foragido durante quase um ano, depois de ter cortado a pulseira eletrónica.