sicnot

Perfil

Mundo

Manifestações violentas em Pretoria a montante das municipais sul-africanas

Veículos foram hoje incendiados e ruas bloqueadas com pneus a arder na capital executiva sul-africana, Pretoria, em protesto contra a nomeação de um candidato à câmara para as eleições locais, relatou a agência France Presse.

© Siphiwe Sibeko / Reuters

Os incidentes iniciaram-se na segunda-feira após a publicação dos nomes dos candidatos do partido no poder, o Congresso Nacional Africano (ANC, na sigla em inglês), para as eleições municipais de 03 de agosto.

Habitantes de Pretoria descontentes com o candidato à câmara nomeado pelo ANC, Thoko Didiza, saíram à rua para se manifestarem. Preferiam a recondução do atual autarca, Kgosientso Ramokgopa.

Um fotógrafo da AFP viu hoje um camião e um autocarro em fogo na localidade de Attridgeville, situada nos subúrbios a oeste de Pretoria. Segundo media locais, vários autocarros foram também incendiados na zona de Tsgwane.

A principal autoestrada do país, a N1, foi parcialmente fechada quando manifestantes começaram a atirar pedras contra os veículos.

A polícia recusou fazer comentários sobre os danos, mas disse estar a investigar um assassinato e a destruição de bens. Segundo media locais, um apoiante do ANC foi ferido a tiro no domingo e morreu.

O secretário-geral do ANC, Gwede Mantashe, considerou que os incidentes não estão ligados à escolha do partido, afirmando tratar-se puramente de "violência" e não de política.

O ANC controla a vida política sul-africana desde a queda do regime segregacionista do 'apartheid' em 1994, mas o partido de Nelson Mandela poderá sofrer algumas deceções nas municipais, enquanto o presidente Jacob Zuma, presidente do ANC, vem acumulando reveses.

Lusa

  • Escritor e filólogo Frederico Lourenço distinguido com o Prémio Pessoa 2016

    Cultura

    O escritor, tradutor, professor universitário Frederico Lourenço foi distinguido com o Prémio Pessoa 2016. O anúncio foi feito hoje pelo presidente do júri, Francisco Pinto Balsemão, no Palácio de Seteais, em Sintra, sublinhando que a atividade de Frederico Lourenço tem como "traço singular" ter oferecido "à língua portuguesa as grandes obras de literatura clássica".

  • Governo garante que Portugal não desperdiçou nenhum fundo de ajuda alimentar
    1:18

    País

    O ministro da Solidariedade e Segurança Social garante que Portugal não desperdiçou nenhum fundo europeu de ajuda alimentar. Vieira da Silva respondeu, esta manhã, à notícia avançada pelo Jornal de Notícias que dava conta de que, este ano, o país teria desperdiçado 28 milhões de euros de um fundo europeu porque o programa ainda não está operacional. O ministro garante que o programa vai ser executado em 2017 e que este ano serviu para tomar medidas no sentido dessa implementação. Vieira da Silva assegura também que o montante disponível para o programa não foi desperdiçado e vai poder ser usado.

  • Sporting de Braga eliminado da Liga Europa
    2:01
  • Explosão no Cairo faz seis mortos

    Mundo

    Seis pessoas morreram hoje numa explosão junto a um posto de controlo da polícia no Cairo, indicaram os meios de comunicação social e responsáveis egípcios.