sicnot

Perfil

Mundo

Bebé surpreende médicos ao sobreviver com o cérebro fora do crânio

Quando Bentley Yoder nasceu, os seus pais chegaram ao hospital apenas com uma muda de roupa para o enterrar. Durante meses, os médicos disseram a Sierra e Dustin Yoder que o filho não iria viver por muito tempo depois do nascimento. Na verdade, os médicos ficaram chocados que o bebé tenha chegado ao parto. Bentley Yoder foi diagnosticado no útero com encefalocele, uma hérnia do cérebro que impede o crânio de fechar totalmente e, como resultado, faz com que o cérebro saia da cabeça.

Boston Children's Hospital Facebook

"Foram momentos negros", disse a mãe ao ABC News. "Não havia qualquer esperança que ele sobrevivesse."

Antes do nascimento, Sierra planeou até um aborto, contudo não seguiu em frente com a ideia. "Quando o sentia dentro de mim, os médicos diziam que não era real. Diziam-se que era apenas uma comichão. Mas isso não parecia certo. Então eu puxei por ele, e ele puxou de volta. Toquei-lhe música e ele respondia."

Visto que Bentley não estava em perigo na barriga e tinha um batimento cardíaco normal, o casal de Ohio decidiu ter a criança, só para depois dizer adeus.

Eles prepararam até o outro filho de três anos para se despedir do irmão mais novo.

Contudo, Bentley acabou por nascer e sobreviver.

Com três semanas, os pais decidiram procurar outras opiniões.

Depois de muito procurar, conseguiram achar uma solução no Hospital de Crianças de Boston: colocar o cérebro de volta no crânio.

A cirurgia decorreu há um mês e, o bebé encontra-se bem. "Se ele sorrisse ainda mais, provavelmente o sorriso iria cobrir-lhe toda a cara", Sierra disse.

  • Prosseguem buscas por condutor da carrinha no ataque em Barcelona
    2:38